O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

  • O Autor

    "Não existem impossíveis. Existem Impossibilitados." - Jorge Angel Livraga Rizzi - Filósofo Acropolitano

  • Anúncios

    Quintal do Seu Paulo

    • - Dicas sobre criação de aves.
    • - Chocadeiras de ovos sob encomenda.
    • - Venda de ovos e locação de chocadeira.

    Contato:
    (43) 9959-4462 e (43) 9667-8025

    email

  • Mais Acessados

  • Estatísticas do Blog

    • 1.729.387 hits
  • Login

  • @paulocwb2003

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Archive for agosto \31\-03:00 2010

Lançada a Revista BrOffice.org número 14

Posted by Paulo em 31/08/2010

CAPA Revista 14 RB 14 | BrOffice.org – Em Concursos Públicos


A revista aborda no tema de capa a exigência de conhecimentos sobre BrOffice.org em concursos públicos. Reportagem traz a visão de especialistas sobre a construção de uma carreira no setor público e mostra como os candidatos podem se preparar para as provas, com dicas de estudos e análise de questões que já caíram em concurso. Além disso, para auxiliar os leitores que procuram uma colocação no mercado de trabalho, a seção “Escritório Aberto” disponibiliza para download, gratuitamente, uma série de modelos de documentos. Além de muitas dicas e tutoriais feitas por quem entende do assunto. Boa leitura! Participe: envie críticas e sugestões para revista(a)broffice.org.

Baixe a edição completa:

Arquivo em *.pdf

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, ODF, OpenOffice.org, Revista BrOffice.org, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Lançada edição n. 17 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 31/08/2010

Já está disponível para download a edição n. 17 da Revista Espírito Livre.
Link para anúncio de lançamento e download: http://miud.in/aO8

Abaixo reproduzo parte do Editorial

Esta edição apresenta a seus leitores um tema que já deixou de ser novidade, mas que conforme a evolução tecnológica se apresenta diante de nossos olhos, se torna uma pauta cada vez mais preocupante. Ao falar de TI Verde, diversos sub-temas nos veem a mente: reciclagem, economia de energia, uso sustentável de nossos bens, melhor utilização de nossos computadores, cuidados com o meio ambiente como um todo e não somente no que diz respeito a nossa “lixeira”. Será que estamos fazendo a nossa parte? Será que existe isso de “nossa parte”? Adianta fazer algo ou nos resta apenas assistir o fim?! As questões são muitas e nesta edição tentamos trazer, não respostas, mas reflexões sérias sobre estes e outros temas relacionados. Os conceitos de TI Verde já amadureceram bastante, a ponto de se criarem legislações específicas em certas ocasiões. Usuários e empresas já compreenderam que diante desta nova realidade, não basta sentar e assistir, é preciso que algo seja feito, já que muitos concordam que estamos em um caminho sem volta.

Nossa entrevista internacional da edição é com Kirk W. Cameron, criador do Granola, um software que gerencia de forma inteligente a energia utilizada por computadores, disponível para diversas plataformas, além de seu código ser aberto e gratuito. Bianca Oliveira faz reflexões sobre TI Verde, meio ambiente e Mercado. João Carlos Caribé fala sobre a matriz de forças da sustentabilidade e questões polêmicas envolvendo o tema. Ricardo Ogliari fala sobre TI Verde, sensores e computação úbiqua. Cezar Taurion, Yuri Almeida, Alexandre Oliva e outros colunistas fixos também retratam muito bem o tema  recorrente em nossos telejornais.

Além do tema principal, tivemos diversas participações que merecem ser citadas. Marlon Ferrari fala sobre Python no cenário empresarial, enquanto Otávio Santana fala sobre GWT, kit de ferramentas de desenvolvimento para aplicações web feito pela Google. Flávia Suares e Joelias Júnior falam sobre duas ferramentas interessantes para os usuários do Twitter: Lambitter e Twitradio. Wilkens Lenon fala sobre os mais diversos sabores do Software Livre, citando várias distribuições GNU/Linux e suas diferenças. Bruno Cezar Rocha fala do Web2Py, um framework para desenvolvimento web em Python, enquanto Igor Morgado trata de Gerenciamento de unidades no Linux. Além destes, outros também contribuiram e o meu sentimento é de muita gratidão com todos.

A Revista Espírito Livre enviou ainda um correspondente que trará notícias sobre a LinuxCon São Paulo, que ocorre nos próximos dias. Em breve teremos notícias de lá! Também estamos com palestra agendada na grade do FASOL 2.0, em Santarém/PA. Além disso, a Revista Espírito Livre está pipocando de promoções. Solicitamos que estejam atentos pois entramos em contato com os ganhadores apenas via email – o mesmo informado no cadastro de cada promoção. Também é interessante lembrar que se você já se inscreveu em uma promoção, pode se inscrever novamente em outras! A partir daí é torcer para ser sorteado.

Gostaria de agradecer a colaboração de toda a equipe e já adiantar o meu pedido de desculpas por não ter publicado todas as matérias que estão em nossa fila de tarefas. Estamos em busca de novos colaboradores, inclusive diagramadores que utilizem Scribus, para tentarmos agilizar diversos processos dentro da revista. Se você utiliza Scribus e quer contribuir, entre em contato!

Ah! Talvez seja hora de desligar o computador e plantar uma árvore…

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, revista espírito livre, Revista Espírito Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

DLL Hijacking também afeta algumas distribuições Linux

Posted by Paulo em 30/08/2010

Artigo original em: http://www.dicas-l.com.br/arquivo/dll_hijacking_tambem_afeta_algumas_linux_distros.php

Colaboração: Alexandro Silva

Data de Publicação: 30 de agosto de 2010

Durante esta semana vimos o”caos” reinando no império do tio Bill. Devido a falhas em DLLs no sistema da Microsoft foram encontradas cerca de 30 vulnerabilidades em seus produtos.

HDMoore e sua trupe imediatamente atualizou o svn do Metasploit com o exploit para explorar está vulnerabilidade. Só que no estilo “Nóis morde, mas nóis também assopra” foi criado uma ferramenta de auditoria, assim usuários do sistema de Redmond podem auditar seus sistemas em busca de falhas. O site Exploitdb também disponibilizou dezenas de exploits para explorar estas falhas, usem com muita cautela.

Porém foi descoberto que algumas distribuições Linux possuem uma vulnerabilidade similar, a falha deu inicio através de um patch do Debian ano passado. Distribuições como Ubuntu e Fedora também estão vulneráveis de acordo com as discussões iniciadas pelo pesquisador em segurança Tim Brown.

Segundo Brown, a falha foi introduzida num patch do Debian lançado em março de 2009.

Na lista de discursão Full-Disclosure um usuário informou que conseguiu reproduzir a falha no Apache CoucheDB rondando no Ubuntu 10.04 e o time de segurança do Fedora informou que o sistema realmente encontra-se vulnerável.

Porém no Linux este bug não apresenta-se na mesma escala que nos sistemas Windows já que a nele a falha é de arquitetura surgindo desde 2002.

Segundo o boletim MS10-aug lançado 10 de agosto de 2010 a Microsoft informa que já foram criadas as correções para estas falhas e trazem maiores informações juntamente com links para ferramentas de detecção.

Leia mais:

Blog do autor: http://www.alexos.org

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Mandriva, MeeGo, Microsoft, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Ausência de lei de direitos autorais era o motivo da expansão industrial na Alemanha

Posted by Paulo em 28/08/2010

19/08/2010 – 01h52 | do UOL Notícias

Frank Thadeusz
George El Khouri Andolfato

A rápida expansão industrial vivida pela Alemanha no século 19 ocorreu por causa da ausência de lei de direitos autorais? Um historiador alemão argumenta que a imensa proliferação de livros e, portanto, de conhecimento, levou à fundação do poderio industrial do país.

O país inteiro parecia estar obcecado pela leitura. A paixão repentina pelos livros foi considerada estranha até mesmos pelos vendedores de livros e, em 1836, levou o crítico literário Wolfgang Menzel a declarar os alemães “um povo de poetas e pensadores”.

“Essa frase famosa está completamente mal interpretada”, declara o historiador econômico Eckhard Höffner, 44 anos. “Ela não se refere a gigantes literários como Goethe e Schiller”, ele explica, “mas ao fato de que uma massa incomparável de material de leitura estava sendo produzida na Alemanha”.

Höffner tem pesquisado aquele auge inicial do material impresso na Alemanha e chegou a uma conclusão surpreendente – diferente das vizinhas Inglaterra e França, a Alemanha experimentou uma explosão sem paralelo de conhecimento no século 19.

Durante esse período, os autores alemães escreviam incessantemente. Cerca de 14 mil novas publicações foram lançadas em um único ano, em 1843. Em comparação ao número da população na época, isso chega aproximadamente ao nível atual. E apesar de romances também serem publicados, grande parte das obras era de trabalhos acadêmicos.

A situação na Inglaterra era muito diferente. “Pelo período do Iluminismo e da emancipação burguesa, nós vemos um progresso deplorável no Reino Unido”, declara Höffner.

Leia a matéria completa em: http://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2010/08/19/ausencia-de-lei-de-direitos-autorais-era-o-motivo-da-expansao-industrial-na-alemanha.jhtm


Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, Política | Etiquetado: , , , , , | Leave a Comment »

Como se livrar dos cookies zumbis do flash

Posted by Paulo em 27/08/2010

A maioria das pessoas vai passar batido por esse post. Afinal de contas, o que os olhos não veem, não é problema deles, enquanto não doer no bolso. Assim como vírus, espionagem de dados, entre outras coisas que as pessoas estão diariamente expostas, uma me chama a atenção porque não é privilégio de quem ainda usa um dos sistemas “queijo suíço” da Microsoft. Não se trata de um vírus, mas de uma característica da tecnologia flash que permite que sites monitorem as atividades dos visitantes independente do sistema operacional utilizado, desde que tenha o flash plugin instalado.

Uma reportagem do IDG Now! explica o problema: http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2010/08/25/cuidado-vem-ai-o-ataque-dos-cookies-zumbis-do-flash/

Intrigado com a questão, resolvi pesquisar como evitar que essa questão fosse prejudicial a usuários de Linux e descobri esse tutorial: http://www.theinquirer.net/inquirer/news/1725591/banish-flash-cookies-forever-linux

O artigo diz, entre outras coisas:

USUÁRIOS DE LINUX podem banir definitivamente os cookies do Flash Player da Adobe, o que pode ser uma boa ideia, porque, como é um cookie do plugin do Flash, ele não respeita as configurações de privacidade do navegador.

Eu li o artigo e vi que ele faz todo o processo através de comandos do terminal, o que não é exatamente um método apropriado para os inciantes. Então resolvi fazer a mesma coisa, mas utilizando o modo gráfico. Vamos lá:

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , | 5 Comments »

Linux on Laptops: Um site de referência para a escolha de equipamentos.

Posted by Paulo em 25/08/2010

Escolher um equipamento que seja totalmente compatível com o Linux está cada dia mais fácil, e mesmo que um hardware não seja compatível hoje, a probabilidade dele se tornar em um espaço de tempo de alguns meses é grande. Entretanto, se pudermos direcionar nossas escolhas para aqueles que, comprovadamente são compatíveis, eliminamos uma boa parte da dúvida a respeito do funcionamento de nossas máquinas e podemos partir direto para o desfrute dos novos recursos dela ;-).

Para isso temos sites como o Linux on Laptops (http://www.linux-laptop.net/). Nele, há centenas de depoimentos de pessoas que instalaram as mais variadas distribuições Linux, nos mais diversos modelos de notebooks, laptops e netbooks, e sobreviveram para contar a experiência. O site está dividido em fabricantes, cada fabricante com seus modelos. Qualquer um pode incluir sua experiência, também.

Portanto, antes de comprar seu próximo net ou note, dê uma olhada nas experiências de outros que já os têm e depois decida.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Netbooks, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Smartbooks, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Notícia comentada: Brasil é líder em vírus que roubam dados bancários, diz pesquisa

Posted by Paulo em 25/08/2010

Vou iniciar com essa matéria do IDGNow! a série Notícia Comentada, onde vou procurar comentar trechos da notícia para o entendimento de pessoas não ligadas à área de tecnologia. A notícia acima me chamou a atenção e voi veiculada ontem em http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2010/08/24/brasil-e-lider-em-virus-que-roubam-dados-bancarios-diz-pesquisa/

Brasil é líder em vírus que roubam dados bancários, diz pesquisa

Por Renato Rodrigues, do IDG Now! – Publicada em 24 de agosto de 2010 às 17h52

Dados da empresa de segurança Kaspersky Lab apontam que cibercriminosos nacionais são responsáveis por 36% dos trojans bankers no mundo.

O Brasil ocupa um lugar de destaque no cenário mundial do cibercrime. De acordo com uma pesquisa divulgada nesta terça (24) pela empresa de segurança online Kaspersky Lab, o país é um dos líderes em produção de vírus especializados no roubo de dados bancários – conhecidos como trojan bankers.

Isso não me parece uma novidade e não surpreende.

Além disso, o Brasil é responsável por algo entre 3% a 8% dos cerca de 3 500 novos vírus criados no mundo diariamente – o pico de participação é na época do Natal, devido ao crescimento das compras na web.Já entre os trojans bankers a fatia é muito maior – quase quatro de cada 10 vírus do tipo são criados aqui.

Já isso é interessante: 40% dos vírus para roubo de senhas bancárias são feitos aqui.

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Microsoft, Política, Software, Software Livre, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Dois meses com o Ubuntu e tudo bem…

Posted by Paulo em 24/08/2010

Há dois meses, uma amiga me pediu para instalar o Ubuntu para ela, porque não queria mais usar o Windows XP. Sua máquina estava lenta (um notebook Acer com processador Semprom e 512 MB de memória) e ela queria melhorar sem gastar muito. Há meses eu e minha esposa exibíamos nossos netbooks com o Ubuntu pra ela sem termos problemas com vírus ou velocidade. Acho que ela criou coragem e resolveu testar, mas não antes de impor uma condição: Eu precisaria assumir o compromisso de socorrê-la quando problemas acontecessem. Aceitei de bom grado, sabendo que, mesmo que acontecessem problemas, seriam fáceis de resolver. A minha preocupação maior era: será que ela iria se acostumar?

No dia combinado, com seus arquivos devidamente salvos, e mais 512 MB de memória recém instalados, coloquei o CD do Ubuntu no drive rodei o Live CD. Após um boot de 30 segundos, quase imediatamente ele pediu para se conectar na rede sem fio dela, indicando que o hardware fora detectado e configurado automaticamente. Fiz uma verificação geral pra ver se todos os dispositivos estavam funcionando sem problemas.

Com a certeza de que tudo estava ok, cliquei no ícone de instalação e 20 minutos mais tarde o Windows tinha sumido e o Ubuntu havia nascido. Terminada a instalação, fiz a atualização de pacotes, que durou mais 15 minutos, configurei a impressora (2 minutos), instalei o pacote Broffice.org (+5 minutos), fontes Times New Roman e Arial (+1 minuto), Java e Flash (+ 5 minutos), AMSN (ela gostou mais do que o Empathy), Google Chrome (que ela já usava no Windows XP), restaurei os arquivos dela para sua pasta de usuário e pronto. Em menos de uma hora, todo o sistema pronto e funcionando. Testamos vários sites com Java e Flash, rádios on line para verificar os codecs, tudo funcionando. Finalmente, mostrei a ela onde estavam os principais atalhos, suas pastas, onde colocaria seus documentos, como fazer atualizações, etc.

Continue lendo »

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Livros e Treinamentos, ODF, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Software livre e computação em nuvem geram economia para o governo

Posted by Paulo em 24/08/2010

Sabrina Craide – Agência Brasil – 19/08/2010

Economia do software livre

A adoção de softwares livres, programas de computador que podem ser usados gratuitamente, possibilitou uma economia de R$ 380 milhões ao governo federal até 2008.

Segundo o coordenador do Programa de Software Livre do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Paulo Pastore, nos últimos dois anos, essa economia pode ter dobrado.

“É um dinheiro que pode ser investido em outras áreas, na construção de hospitais, escolas, ou também pode ser reinvestido na contratação de mais gente para as áreas de tecnologia do governo”, avalia.

O tema começou a ser discutido hoje no 3º Congresso Internacional Software Livre e Governo Eletrônico, que reúne mais de 5 mil pessoas em Brasília. O evento vai até a esta sexta-feira (20).

Computação em nuvem

Outra forma de o governo economizar com tecnologia da informação é a computação em nuvem, ou cloud computing, que permite o acesso de arquivos e programas remotamente, por meio de uma rede. Segundo Pastore, um dos usos possíveis dessa tecnologia ocorre no recebimento das declarações do imposto de renda pela Receita Federal.

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, ODF, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Estatísticas de uso dos sistemas operacionais

Posted by Paulo em 20/08/2010

O W3Schools é o maior sítio de desenvolvedores Web da Internet, com uma quantidade de 103.200.983 visualizações no mês de março passado, sendo que 72% das visitas vieram de internautas europeus e norte-americanos. De acordo com os logs de acesso do sítio, eles publicaram estatísticas de popularidade dos sistemas operacionais das pessoas que acessaram o sítio desde março de 2003.

O resultado foi o seguinte:

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Microsoft, Slackware, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Processo da Oracle contra o Google não tem base

Posted by Paulo em 15/08/2010

fonte: http://under-linux.org/google-processo-da-oracle-nao-tem-base-1543/, tradução de code do original em inglês disponível em http://www.computerworld.com/s/article/9180703/Google_calls_Oracle_lawsuit_baseless_vows_to_fight_it?taxonomyId=13[

O Google irá entrar na batalha contra a Oracle, em resposta ao processo de violação de patentes e direitos autorais que a Oracle apresentou sobre o uso do Java na plataforma de telefonia móvel do Google – o Android. De acordo com Aaron Zamost, um porta-voz do Google que se pronunciou via e-mail nesta sexta-feira (dia 13 de agosto), o processo da Oracle é um ataque decepcionante e “sem fundamentos”, não somente contra o Google, mas contra toda comunidade Java de código aberto. Nas suas palavras “A comunidade java de código aberto vai além de qualquer corporação e trabalha todo dia para tornar a Web um lugar melhor. Nós iremos defender vigorosamente os padrões de código aberto e continuaremos a trabalhar com a indústria para desenvolver a plataforma Android”.

A resposta do Google veio após a Oracle ter afirmado em um comunicado realizado na quinta-feira (dia 12 de agosto) que o Google havia infringido “conscientemente, de forma direta e repetida” algumas patentes de propriedades intelectuais relacionadas a Java. O processo foi apresentado à corte de San Francisco, Califórnia.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Google Android, Hardware, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC | Etiquetado: , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Linux Acessível – Linux para pessoas com deficiência visual

Posted by Paulo em 13/08/2010

Linuxacessivel.org é uma versão customizada do Ubuntu, voltada para pessoas com deficiência visual.

O principal objetivo do projeto linuxacessivel.org é adicionar, corrigir e configurar recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência visual poderem utilizar o Ubuntu desde o momento de inicialização do sistema, durante a instalação e principalmente, depois de instalado.

Ele possui as seguintes características:

  • Última versão do Orca: 2.31.6.
  • Sistema configurado para carregar em português e com o leitor de telas Orca ativo desde o login.
  • Ajustes para o uso do leitor de telas Orca em tarefas administrativas.
  • Teclas de atalhos definidas para diversas funcionalidades do sistema.
  • Tema feito pelos desenvolvedores do linuxacessivel.org para ser usado especificamente por pessoas com visão reduzida.
  • Recursos de acessibilidade do Compiz pré-configurados para ampliar a tela.
  • Ampliador de tela para a janela de login.

O linuxacessivel.org é distribuído no formato de um Live CD que contém todos os aplicativos que você precisa – um navegador web, programas de apresentação, edição de texto, planilha eletrônica, comunicador instantâneo e muito mais. Sendo que todos estes aplicativos já estão ajustados para um melhor uso através do leitor de telas Orca.

Na construção do linuxacessivel.org a introdução de pacotes foi feita visando criteriosamente a acessibilidade para o leitor de telas e funcionalidades para o usuário. Em seu conjunto os seguintes pacotes em destaque:

  • Gnome 2.30.2.
  • Kernel 2.6.32-24-generic #39-Ubuntu.
  • Leitor de telas Orca 2.31.6.
  • Programa gráfico para o Firewall e já ativado por padrão.
  • Gerenciador de conexões de rede Wicd.
  • Script para conexões 3g através do Wvdial.
  • Navegador Firefox com o plugin Flash 10.1 já instalado.
  • Leitor de emails e “feeds” Thunderbird.
  • Comunicador de mensagens instantâneas Pidgin (msn, gtalk, yahoo, jabber, …)
  • Reprodutor de filmes e tocador de músicas Totem.
  • Codecs para diversos formatos populares já instalados (mp3, mpeg, mms, …).
  • Suíte de escritório OpenOffice.org.
  • Conversor de PDF para TXT.
  • Gravador de mídias GnomeBaker.
  • Compartilhador virtual de desktop Vinagre.
  • Visualizador de desktop virtual Vino.
  • Aplicativo para escanear documentos.
  • Interface gráfica para controlar canais de som pelo alsa mixer.
  • Gerenciador da área de transferência Parcellite.
  • Gerenciador de fotos Fspot.
  • Instalador fácil para Java, Fontes True Types, Codecs proprietários, entre outros.

Para fazer o download do linuxacessivel.org acesse aqui.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Linuxacessível.org, ODF, Política, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Anatel propõe indicador para velocidade da banda larga móvel

Posted by Paulo em 13/08/2010

Redação do IDG Now! 12-08-2010

Proposta da agência reguladora foi realizada durante audiência pública em São Paulo para discussão do serviço.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) propôs a implantação de um indicador específico de avaliação de qualidade para banda larga móvel.

Essa foi uma das propostas apresentadas durante audiência pública realizada ontem (11) na sede da Amcham Brasil (Câmara Americana de Comércio). O objetivo foi debater a revisão da regulamentação da gestão de qualidade do serviço móvel pessoal (SMP).

O tema pode receber contribuições públicas até o próximo dia 26.

Segundo a proposta da Anatel, a velocidade de conexão poderá cair, no máximo, até a metade da capacidade contratada nos horários de pico e até 70% durante o restante do dia.

Está previsto ainda um período de adaptação de 12 meses, nos quais será tolerada a oferta de 30% da velocidade nos períodos de maior movimento.

A agência também pretende que seja feita uma pesquisa com os usuários para medir o grau de satisfação.

Além disso, a relação entre o número total de reclamações recebidas na Anatel contra as prestadoras de serviço e o número total de reclamações recebidas em todos os canais de atendimento da empresa, no mês, não deve ser superior a dois por cento.

Leia a matéria original em: http://pcworld.uol.com.br/noticias/2010/08/12/anatel-propoe-indicador-para-velocidade-da-banda-larga-movel/

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, Modem 3G, Netbooks, Política, Smartbooks, Smartphones, Wireless | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Paraná é o estado com melhor estrutura para implantação da banda larga – Furusho – Software Livre Brasil

Posted by Paulo em 12/08/2010

Paraná é o estado com melhor estrutura para implantação da banda larga – Furusho – Software Livre Brasil.

11 de Agosto de 2010, por Vitorio Furusho

Orlando_pessutiO Paraná saiu na frente do Brasil e já começou a concretizar seu programa estadual de banda larga, para universalizar o acesso da população à internet por meio de conexões em alta velocidade.

O programa foi instituído, nesta terça-feira (10), pelo governador Orlando Pessuti com a assinatura do decreto instituindo o Plano Estadual de Banda Larga, para ampliar serviços, aproveitando a estrutura da rede de fibras ópticas da Copel e concedendo tratamento tributário especial às pequenas provedoras de acesso, que repassarão tais vantagens aos seus clientes sob a forma de serviços de baixo custo.

O presidente da Associação Paranaense de Provedores de Internet, Marcelo Siena, elogiou o esforço do Governo do Paraná de buscar solução ao alto custo de acesso à internet por banda larga, que prestigiasse as empresas de pequeno porte. “A instituição desse Plano Estadual de Banda Larga faz do Paraná o primeiro estado a ter um programa de tal magnitude, e por suas características, promove não só a inclusão digital mas, também, a interiorização e a integração regional por prestigiar as empresas de pequeno porte”.

ESCOLAS – Para a Copel, o Plano Estadual de Banda Larga significa ampliar o alcance e a utilidade social de sua infraestrutura de telecomunicações. “Temos 2.100 escolas públicas interligadas ao nosso sistema de telecomunicações pelo programa Paraná Digital”, disse o presidente Ronald Ravedutti. “Onde houver fibra óptica da Copel, haverá internet popular a baixo custo”. O sistema da Copel alcança 227 dos 399 municípios paranaenses. Até 2013, a Companhia quer estar presente em todos eles.

O Plano Estadual de Banda Larga propicia a inclusão digital dos paranaenses vai aproveitar os mais de 16 mil quilômetros de fibras óticas instalados pela Copel Telecomunicações, oferecendo conexões em banda larga no atacado – a preços menores e com isenção de ICMS – a provedores de acesso à internet. Como contrapartida ao menor custo de conexão à rede mundial, os provedores locais se comprometerão a oferecer o serviço de internet de banda larga aos cidadãos de sua área de cobertura a preços a partir de R$ 15.

PREFEITURAS – O plano também alcançará as prefeituras, abrindo condição financeira às administrações municipais para implantarem as chamadas “cidades digitais”, que leva aos cidadãos a infraestrutura de serviços para acesso público a partir das novas tecnologias e redes telemáticas. “A viabilização deste plano só é possível, porque boa parte da infraestrutura de rede já existe pela Copel”, informou Ravedutti. “No Brasil, não há outro Estado com condições tão favoráveis para a implantação de um programa de universalização do serviço de banda larga ao cidadão, a instituições e a empresas, o que certamente se constituirá num diferencial competitivo insuperável para o desenvolvimento do Paraná”.

O presidente da Copel também destacou a finalidade social do Plano e a sua vinculação com os princípios da sustentabilidade que norteiam as ações da empresa. “Estamos possibilitando a inclusão digital de um contingente significativo de cidadãos paranaenses, que em razão das prioridades sociais defendidas pelo governador Pessuti e dos compromissos que uma empresa pública como a Copel deve ter, passarão a dispor de todos os recursos e informações existentes na rede mundial de computadores”.

* fonte: Ag. Estadual de Notícias do PR

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, Política | Etiquetado: , , , , , , , , , , | 1 Comment »

98% das empresas usam algum tipo de software Open Source

Posted by Paulo em 12/08/2010

Fonte: – Estadao.com.br.

O número vem de uma pesquisa da empresa Zenoss, que perguntou a mil pessoas presentes em uma conferência sobre administração de sistemas e em uma comunidade open source.

Entre os entrevistados, o índice de satisfação com os softwares livres foi de 7 a 8 em uma escala de 10. 76% deles disseram que, em suas empresas, a política é a de adotar o open source sempre que possível. O software livre não é utilizado, na maioria dos casos, pela falta de documentação e suporte.

Claro que, ao analisar os dados, deve-se levar em conta que parte dos entrevistados são, de certa forma, relacionados ao software livre e isso pode prejudicar um pouco o resultado. Mas, de qualquer maneira, a pesquisa deu origem a um infográfico que mostra um pouco sobre o perfil de adoção do open source nas empresas:

opensource_zenoss_infographic

Por Tatiana de Mello Dias
:: fonte: Estadão

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , | 1 Comment »

Vírus ZeuS provoca rombo de quase US$ 1 milhão em banco na Inglaterra – Segurança – IDG Now!

Posted by Paulo em 11/08/2010

Vírus ZeuS provoca rombo de quase US$ 1 milhão em banco na Inglaterra – Segurança – IDG Now!.

Por IDG News Service, publicada em 10 de agosto de 2010 às 15h48, atualizada em 10 de agosto de 2010 às 16h54.

A botnet atacou 3 mil contas e movimentou quase 1 milhão de dólares em transferências não autorizadas, de acordo empresa de segurança.

Um banco do Reino Unido teria perdido 900 mil dólares em transferências fraudulentas de fundos bancários devido ao malware ZeuS, segundo informações divulgadas pela fornecedora de segurança M86 Security.

De acordo com Bradley Anstis, vice-presidente de estratégia de tecnologia na M86 Security, a empresa de segurança descobriu a situação no final de julho de 2010. O botnet atacou algumas centenas de milhares de PCs e aproximadamente 3 mil Macs. Foram roubadas cerca de 3 mil contas de clientes por meio de transferências não autorizadas, movimentando um total de 892,755 mil dólares.

Leia a matéria completa em: http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2010/08/10/banco-no-reino-unido-foi-alvo-de-ataque-do-malware-zeus/

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Microsoft, Software, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Até 100 mil PCs no Reino Unido pode ter sido infectados por malware ‘Zeus’ – Notícias – PC WORLD

Posted by Paulo em 07/08/2010

Até 100 mil PCs no Reino Unido pode ter sido infectados por malware ‘Zeus’ – Notícias – PC WORLD.

Techworld.com 04-08-2010 (John E Dunn)

Empresa de segurança descobriu base de endereços IP vulneráveis após penetrar em servidores da botnet, que rouba dados bancários.

Criminosos do Leste Europeu conseguiram infectar até 100 mil PCs do Reino Unido com o temido malware Zeus para roubar senhas bancárias, segundo a empresa de segurança Trusteer.

A empresa descobriu detalhes de endereços IP recentemente vulneráveis depois de penetrar nos servidores de controle da botnet, usada pela gangue para colher dados das máquinas infectadas.

… até 1,5% dos usuários de PC no Reino Unido poderão ter sido infectados…

Leia a matéria completa em: http://pcworld.uol.com.br/noticias/2010/08/04/ate-100-mil-pcs-no-reino-unido-pode-ter-sido-infectados-por-malware-zeus/

Isso me faz pensar na notícia que postei anteriormente: https://almalivre.wordpress.com/2010/08/07/governo-ingles-rejeita-pedidos-para-abandonar-o-ie6-noticias-pc-world/

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Microsoft, Política, Software, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Governo inglês rejeita pedidos para abandonar o IE6 – Notícias – PC WORLD

Posted by Paulo em 07/08/2010

Governo inglês rejeita pedidos para abandonar o IE6 – Notícias – PC WORLD.

Computerworld/EUA 04-08-2010 (Gregg Keizer)
Petição solicitava que repartições deixassem de usar o velho browser. Governo afirma que IE6 ajuda a economizar dinheiro público.
O governo britânico rejeitou um pedido para abandonar o navegador Internet Explorer 6, da Microsoft, sob o argumento de que seu uso colabora para economizar dinheiro público.
“Não há evidência de que, ao abandonar o Internet Explorer e instalar outros browsers, os usuários estariam mais seguros. A atualização regular de softwares ajuda a defender contra as últimas ameaças.”

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Microsoft, Política, Software, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Qual sistema é mais seguro, Linux ou Windows? – Computação Corporativa – IDG Now!

Posted by Paulo em 06/08/2010

Qual sistema é mais seguro, Linux ou Windows? – Computação Corporativa – IDG Now!.

Por Katherine Noyes, da PC World/EUA
Publicada em 06 de agosto de 2010 às 08h30 no IDG Now!

Você acredita que código fechado oferece mais segurança? Então é hora de conhecer outras variáveis que interferem na solidez de um sistema.

“Segurança via obscuridade” pode soar como pegadinha, mas não é a maior pegadinha que afeta os usuários do Windows.

A expressão foi criada para vender a ideia que software proprietário é mais seguro porque é fechado. Se os hackers não puderem ver o código, então será mais difícil para eles criar ferramentas que explorem as vulnerabilidades do programa – assim diz a crença.

Infelizmente para os usuários do Windows, isso não é verdade – e prova disso é o desfile sem fim de correções publicadas pela empresa de Redmond.

De fato, uma das muitas vantagens do Linux sobre o Windows é que ele é mais seguro – muito mais. Para pequenas empresas e outras organizações que não contam com especialistas de segurança dedicados, esse benefício pode ser particularmente crítico.

Há cinco fatores fundamentais que sustentam a superioridade do Linux em segurança. Vale a pena conhecê-los.

Leia a matéria completa em: http://idgnow.uol.com.br/computacao_corporativa/2010/08/06/qual-sistema-e-mais-seguro-linux-ou-windows/

Posted in Apendendo Linux, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Mandriva, Microsoft, OpenSUSE, Política, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Linux difícil de usar: mito ou verdade? – Computação Corporativa – IDG Now!

Posted by Paulo em 05/08/2010

Linux difícil de usar: mito ou verdade? – Computação Corporativa – IDG Now!.

Por Katherine Noyes, da PC World/EUA
Publicada em 04 de agosto de 2010 às 08h00
Atualizada em 04 de agosto de 2010 às 11h48

Difícil, complicado e incompatível são algumas das acusações que pesam contra o sistema livre.

Não causa surpresa que, na comparação com outros sistemas operacionais, o Linux seja visto como difícil de usar – uma concepção que é rotineiramente explorada pela concorrência, interessada em espantar potenciais novos usuários do sistema.

Quer um exemplo? Numa página publicada recentemente no site inglês da Dell – e que foi retirada em seguida -, a fabricante de PCs sugeriu que o sistema Ubuntu Linux é indicado principalmente para usuários “interessados em programação de código aberto”, que não se importam em “aprender a usar novos programas para e-mail, processamento de texto etc”.

Para o restante – ou seja, quase todo mundo -, a Dell recomenda Windows. Que mais ela poderia fazer para desencorajar a maioria, com exceção dos mais determinados?

Por outro lado, tornou-se claro nas últimas semanas que a Dell está sofrendo de algum tipo de conflito interno quando se trata de Windows. Esta página, afinal, ainda está no site.

Independentemente disso, está na hora de acabar de uma vez por todas com essa noção de que Linux é muito difícil.

Leia a matéria completa em http://idgnow.uol.com.br/computacao_corporativa/2010/08/04/linux-dificil-de-usar-mito-ou-verdade/

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Mandriva, ODF, OpenSUSE, OpenSUSE, Política, Red Hat, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Falha Crítica no Adobe Reader Tratada com Descaso

Posted by Paulo em 05/08/2010

Esse é um ótimo exemplo de porque utilizar opções em software livre ao invés de programas proprietários, mesmo que gratuitos, é melhor. Note que o artigo não menciona o sistema operacional Linux (apesar dele ser um Unix-like). De qualquer forma, a imensa maioria de usuários de Linux não utilizam o Adobe Reader para ler documentos em PDF, e sim outros programas em código aberto que fazem a mesma coisa.

Falha Crítica no Adobe Reader Tratada com Descaso

Publicado no portal Under-Linux, por CammyL, em 04-08-2010 12:35 – http://under-linux.org/falha-critica-no-adobe-reader-tratada-com-descaso-1437/

“Algumas coisas se tornaram tão comuns, que ninguém mais toma conhecimento delas”. Foi exatamente esse o cometário feito pelo especialista em segurança Charlie Miller, ao apresentar uma falha em produtos Adobe’s Reader durante a conferência Black Hat 2010, realizada em Las Vegas no período de 24 à 29 de julho. Após a sua apresentação, Miller comentou o quanto é frágil o sistema de segurança da Adobe, dando margens a tantas ocorrências de exploração de vulnerabilidades e consequentemente, gerando sérios ataques.

A Adobe já confirmou que a falha que afeta a atual versão do Adobe Reader para Windows, Mac OS X e Unix, pode ser perfeitamente explorada para injetar código arbitrário em um sistema e executá-lo. Se as versões mais antigas foram atingidas por essas vulnerabilidade, essa ocorrência até então, permanece obscura. Em decorrência desses fatos, a Adobe disse que sua equipe está trabalhando para realizar uma correção e determinando se as informações divulgadas por Miller, garantem que seja liberada uma atualização sem agendamento prévio.

No último mês de maio, o diretor de privacidade e segurança de produtos Adobe, Brad Arkin, disse que associa às questões de vulnerabilidade de segurança ao fato de que a sua empresa, esteja considerando a possibilidade de encurtar os ciclos de atualização trimestral do Adobe Reader e do Acrobat para 30 dias. Além disso, há também um grande interesse na implantação de patches através de outros canais, como o Microsoft Update. Outra falha detectada recentemente no PDF permite que os usuários do jailbreak iPhone, do iPod touch e do IPad possam acessar diretamente a página JailbreakMe.com através desses dispositivos. Segundo a F-Secure, esta falha não afeta o Adobe Reader. Em contrapartida, com o Foxit Reader a falha pode aparentemente, ser explorada com a intenção de provocar um acidente.

Saiba Mais:
[1]Heise On-line: http://www.h-online.com/security/new…w-1050622.html
[2] F-Secure: http://www.f-secure.com/weblog/archives/00002002.html

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Microsoft, Política, Software, Software Livre, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Até a Microsoft está usando código aberto… E agora?

Posted by Paulo em 05/08/2010

Artigo original em inglês em: http://www.h-online.com/open/news/item/Bing-Maps-adds-OpenStreetMaps-layer-1050028.html
Artigo traduzido por tuxdahora, publicado no portal Under-Linux em 04-08-2010 11:25 – http://under-linux.org/bing-maps-adiciona-camada-openstreetmap-1436/

Bing Maps Adiciona Camada OpenStreetMap

Após num anúncio realizado na Map Conference realizada na Espanha entre os dias 9 e 11 de julho, o projeto Bing Maps [2] da Microsoft adicionou de forma oficial uma nova camada OpenStreetMap [3] (OSM) sobre seu serviços de mapas online. Par quem não conhece, o OpenStreetMap é um projeto de código aberto que está construindo mapas livres na Web, sem a presença de copyright ou mesmo dados de mapeamentos licenciados. O OSM foi fundado por Steve Coast em agosto de 2004, sendo gerido pela OpenStreetMap Foundation.

De acordo com um post de Blog de Chris Pendleton, o evangelista técnico do Bing Maps (Microsoft Bing Maps Technical Evangelist Chris Pendleton), a nova app de mapa, definida como “OpenStreetMap”, simplesmente carrega os mapas de código aberto como uma nova opção de estilo de mapas. Pendleton afirma que os usuários ainda podem realizar pesquisas sobre a nova camada de mapas, da mesma maneira que já faziam anteriormente, e que a mesma usa o estilo Mapnik do OSM.

Se você está interessado em utilizar essa app web do Bing Maps vai precisar do plugin Silverlight da Microsoft. Porém, o mesmo só está disponível atualmente para Windows XP e Mac OS X.

E se vocês estiver interessado em contribuir para o projeto OpenStreetMap, vá até o site oficial do projeto, crie sua conta de usuário, e participe. O projeto OpenStreetMap está sob a licença Creative Commons Attribution Share Alike 2.0.

Blogs:
Bing Maps o Verdadeiro “Big Brother”

Saiba Mais:
[1] Heise Online: http://www.h-online.com/open/news/it…r-1050028.html
[2] Bing Maps: http://www.bing.com/maps/
[3] OpenStreetMap: http://www.openstreetmap.org/

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Microsoft, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , | 1 Comment »

Software Livre não é só código – compartilhar é uma postura

Posted by Paulo em 04/08/2010

Publicado: 22/julho/2010 por androle em http://androle.wordpress.com/2010/07/22/softwarelivre-nao-e-so-codigo/

Hoje tive a oportunidade de ver o poder da comunidade de Software Livre e da postura concomitante com essa comunidade.

No meu trabalho na SMEC de Rio Grande tive de criar algumas planilhas enormes usando o Calc do OpenOffice. São arquivos com cerca de 70 planilhas, e cada um deles tem umas 37 lâminas A4. Acontece que ao gerar o PDF, que é realmente o que vai ser usado, apareciam quase 2000 páginas em branco que não deviam estar lá. Ou seja, além do que deveria aparecer, aparecia mais coisa ainda, inútil.

Esse era um dos problemas que me tiravam o sono. O outro era criar gráficos de barras com as porcentagens aparecendo na ponta da barra.  Quem usa Excel faz isso facilmente. Mas eu não sabia como fazer no Calc.

É muito ruim não saber como resolver alguma coisa. E é pior ouvir de quem usa Excel que nele é tão fácil…

Bom, pra encurtar o assunto, eu tinha esses dois problemas REAIS que tiravam a qualidade do meu TRABALHO na SMEC de Rio Grande. Isso me causava quase dor física. É muito, mas muito chato mesmo não entregar algo tão bom quanto os outros esperam. Principalmente se os OUTROS são os teus chefes ou chefas :-(

Leia o artigo completo em: http://androle.wordpress.com/2010/07/22/softwarelivre-nao-e-so-codigo/

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, ODF, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Chimamanda Adichie: O perigo da história única

Posted by Paulo em 02/08/2010

http://www.ted.com/talks/lang/por_pt/chimamanda_adichie_the_danger_of_a_single_story.html

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Política | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Entre a catedral e o criativo bazar – Sérgio Amadeu

Posted by Paulo em 02/08/2010

Entre a Catedral e o Criativo Bazar
por Sérgio Amadeu

Entre a impotente catedral e o criativo bazar projeto de lei propõe usar o CT-info para fomentar comunidades que desenvolveram software livre.

SÉRGIO AMADEU DA SILVEIRA

A Rede nº60, junho 2010 –Em 1999, Eric Raymond lançou um livro chamado Catedral e Bazar, uma publicação extremamente inovadora, que explicava o modelo de desenvolvimento de software livre baseado na colaboração. Para o autor, a forma de escrever os códigos do Linux era mais parecida com o funcionamento de um grande bazar, onde milhares de pessoas se auto-organizam em uma multiplicidade de opções, escolhas e riqueza incríveis. Já os modelos de software proprietários mais pareciam com uma catedral, fria, gigantesca e engessada em sua hierarquia verticalizada.

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Livros e Treinamentos, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Ubuntu Tweak – Configurador do Ubuntu para iniciantes

Posted by Paulo em 02/08/2010

O Ubuntu Tweak é um programa tornar a tarefa de configurar o Ubuntu mais fácil para todo mundo.

Ele oferece muitas opções úteis para configuração da área de trabalho e do sistema como um todo, que as opções padrão do ambiente não tem.

Com essa ajuda, você vai aproveitar muito mais a sua experiência com o Ubuntu!

http://ubuntu-tweak.com/

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Igor Novikov apresentará, na Latinoware 2010, alternativa livre ao Corel Draw

Posted by Paulo em 02/08/2010

Original postado em 29 de Julho de 2010, por Vitorio Furusho, disponível em: http://softwarelivre.org/portal/igor-novikov-apresentara-na-latinoware-2010-alternativa-livre-ao-corel-draw

Igor Novikov, líder do projeto sK1 (sk1project.org), confirmou presença na Latinoware 2010. Ele falará sobre o estado da arte na edição de imagens vetoriais com o software livre, especialmente na pré-produção de material gráfico, um mercado hoje dominado por softwares proprietários, como o Adobe Illustrator e o Corel Draw.

O sK1 é um editor de imagens vetoriais capaz de abrir arquivos gerados pelo Corel Draw ou pelo Adobe Illustrator e trabalhar nativamente com eles. Além disso, o sK1 trabalha com o padrão de composição de cores CMYK, essencial para a comunicação com gráficas que possuem equipamentos e softwares que trabalham exclusivamente com este padrão. No desenvolvimento do sK1, Igor e sua equipe preocuparam-se em fazer com que tudo o que desenvolviam pudesse também ser usado por outros membros da comunidade.

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, SK1, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Divulgação de suporte técnico local e regional

Posted by Paulo em 02/08/2010

Recentemente, surgiu uma discussão na lista de discussão do Ubuntu-br (https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-br) a respeito de suporte técnico em pessoa.

Da discussão surgiu a ideia de se criar um local (ou locais) onde pessoas interessadas em oferecer serviços de suporte (gratuito ou pago) em suas regiões, para pessoas que necessitassem. Neste blog, criei uma página para começar a divulgar essas pessoas (https://almalivre.wordpress.com/suporte), já que apenas posso atender a região de Curitiba, mesmo assim de forma limitada. Gostaria de convidar aqueles que estiverem interessados em oferecer suporte (a questão do do caráter comercial ou não fica a cargo de cada um) em suas respectivas regiões.

O conteúdo da página pode ser copiado e replicado para qualquer outro portal/site/blog, de forma que possamos criar uma rede de atendimento nacional com divulgação nacional. A adesão ao grupo é gratuita. Apenas pedimos que nos enviem um e-mail contendo, nome, um mini-currículo citando as comunidades onde atuam e quais tipos de suporte oferece, assim como um e-mail para contato.

Chegamos à conclusão de que a participação ativa em alguma comunidade para respaldar a competência do interessado é fundamental para dar credibilidade ao profissional. Acreditamos que uma inciativa como essa pode ajudar quem precisa encontrar um suporte técnico próximo a sua localização, bem como oferecer divulgação a quem oferece o serviço, incentivando a adoção do software livre pela população em geral.

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, ODF, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu - Guia do Iniciante, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

BrOffice.org/MsOffice – algumas perguntas frequentes

Posted by Paulo em 02/08/2010

Esse texto foi extraído da Intranet da empresa onde trabalho e foi enviado por Roberson Cesar Alves de Araujo [roberson] em 28/07/2010 – 14:49. O texto teve algumas linhas modificadas para atualização e correção ortográfica e gramatical.

Dicas IMPORTANTES BrOffice / MSOffice

Em minha empresa, sempre surgem problemas com formatos de arquivos do MS-Office e do BrOffice. Qual a forma correta de tratar essa questão ?

Esta questão requer um embasamento conceitual, afim de evitar o simples “adestramento”, infelizmente, tão comum entre os usuários de sistemas informatizados. Todos os conceitos abaixo se referem ao Microsoft Office até a versão 2003. A versão 2007 mudou completamente o seu formato de arquivos, como é de praxe ocorrer entre as diferentes versões deste software por questões mercadológicas (forçar o usuário a mudar de versão).

Formato de arquivos BrOffice.org x MS-Office
Um formato de arquivo eletrônico especifica como são organizados internamente os dados (texto, figuras, tabelas, etc) e as instruções de como recuperá-las, afim de possibilitar sua exibição em um monitor de vídeo, ou enviar para uma impressora.

Padrões fechados x padrões abertos
Este formato pode ser exclusivo e considerado “segredo” de um fornecedor, ou pode ser aberto, seguindo padrões internacionais, como as normas da ISO.
Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Go-OO, Legislação, Livros e Treinamentos, Microsoft, ODF, OpenOffice.org, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comments »

OpenOffice.org 3.3 – lançamento em Outubro

Posted by Paulo em 01/08/2010

Mas você já pode dar uma olhada nas novas funcionalidades. Repare que o vídeo é mostrado em Windows, mas o OpenOffice.org/BrOffice.org suporta as mesmas funcionalidades em Windows, Linux e Mac.

Também incluí este vídeo mostrando as transições do OpenOffice.org Presentation com suporte a OpenGL:

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, ODF, OpenOffice.org, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: