O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Archive for the ‘Firefox’ Category

Prefeito eleito de Bom Despacho (MG) faz chamada para prestadores de serviço em software livre

Posted by Paulo em 30/11/2012

Recebi por e-mail hoje:

Fórum: LightBase Suporte
Thread: Preciso de consultoria para instalação e suporte de software livre
Último Post: Fernando José Castro Cabral
Enviados: 2012-11-30 14:45:12.765458-02

Boa tarde

Sou o prefeito eleito de Bom Despacho-MG. Tenho interesse em instalar vários softwares livres aqui na prefeitura (e-ISS, Redeca, i-EDUCAR, SPED, ouvidoria e outros).

Os interessados em prestar serviços de instalação, configuração, suporte, treinamento, favor enviar mensagem parafernandojosecabral@gmail.com

Interessados em vender pacotes proprietários não devem fazer contacto.

– fernando

Anúncios

Posted in Apache OpenOffice, Aplicativos, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Escritório Livre, Firefox, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Legislação, LibreOffice, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Rastros que deixamos na Internet

Posted by Paulo em 15/11/2012

Recebi de Faconti

Original em http://www.behance.net/gallery/The-Tracks-you-Leave-on-the-Internet-(Infographic)/5908951

Rastros que deixamos na Internet

Rastros que deixamos na Internet

Posted in Aplicativos, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Firefox, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, Legislação, Mozilla Firefox, Netscape, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , | Leave a Comment »

Flisol Curitiba – 2012

Posted by Paulo em 09/04/2012

FLISOL – Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre é um evento cujo propósito é promover o uso de software livre e a integração de comunidades de usuários de software livre em todos os países da América Latina. O evento acontece desde 2005 e seu e principal objetivo é promover o uso de software livre, apresentando sua filosofia, seu alcance, avanços e desenvolvimento ao público em geral.

Para executá-lo, serão realizados, simultaneamente, eventos em cidades diferentes em que especialistas irão instalar, de maneira gratuita e totalmente legal, software livre nos computadores das pessoas interessadas que comparecerem.

O evento, também conhecido como “Install Fest”, consiste em um grande encontro de pessoas com conhecimento em software livre e outras que querem conhecer mais sobre o assunto. Os visitantes deverão levar seus computadores ou notebooks para que voluntários ajudem a instalar o sistema operacional. Durante o período das instalações, são promovidas palestras de introdução (algumas filosóficas, outras técnicas), palestras sobre softwares específicos, palestras de grupos de usuários existentes, etc.

Dentre os softwares que serão instalados, estão distribuições de GNU/Linux e BSD, assim como programas livres para outras plataformas, como Microsoft Windows e MacOS.

O site oficial do evento é: http://www.installfest.info

Para mais informações sobre o FLISOL em Curitiba: http://softwarelivre.org/flisol2012-curitiba/apresentacao

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Kubuntu, LibreOffice, Linux Mint, Mandriva, Mozilla Firefox, ODF, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Lançada edição n.28 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 08/08/2011

Boa tarde gente,Seguimos em frente com o lançamento de mais uma edição da Revista Espírito Livre. A edição n. 28 apresenta mais um assunto bastante comentado nos últimos meses e que não podia faltar na Espírito Livre: LibreOffice.A edição n. 29, referente ao mês de Agosto já está sendo feita e vem com a temática sobre Redes e Servidores. A deadline já foi mas mesmo assim, se você ainda não mandou o seu artigo, material ou dica, envie-nos o quanto antes. A Revista Espírito Livre está sempre aberta a receber materiais inéditos e irão agregar ainda mais conhecimentos a nossos leitores.Novamente a edição está enorme. São 132 páginas e realmente não está fácil manter um número alto de páginas por edição, aí ficamos numa sinuca pois muita gente quer seus textos publicados e se o fizermos em breve teremos uma edição de 200 páginas…rs Loucura loucura.Peço que, aqueles que puderem e quiserem ajudar com a divulgação desta e de outras edições, sugiram para seus leitores que recorram a nosso site oficial para o download afim de manter os leitores sempre por dentro das novidades e também termos estatísticas o mais próximo da realidade. Peço ainda que aqueles que puderem votar na Revista Espírito Livre, que o façam. Este prêmio nos ajudará a manter o projeto, que a cada dia fica mais e mais complexo. Link para votação: http://premiofrida.org/por/projects/view/1418

Abaixo reproduzo trecho do nosso editorial dessa edição. A capa, novamente, é de autoria de Carlos Eduardo:

Revista Espírito Livre - Ed. #028 - Julho 2011

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, História, Humor, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, ODF, OpenOffice.org, OpenSUSE, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Lançada edição n.27 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 07/07/2011

Revista Espírito Livre - Ed. #027 - Junho 2011

Ainda recuperando do tombo do mês passado, cá estamos novamente. A edição deste mês apresenta um tema que por muitos é considerado polêmico por justamente ir contra a alguns conceitos enraizados em nossa sociedade, de que só é possível aprender diante de um professor e se transpormos essa ideia para o universo real significaria dizer que a educação, de um modo geral, só se dá através de alguém sentado, frente a um professor, real e físico. Mas o tutor a distância e o professor que estão a distância não são físicos e reais? E as aptidões? Eles as têm? E se não as têm como verificar estando a distância? Os alunos aprendem, ou fingem aprender só para alcançar a tão sonhada “nota”? Ele vai “colar”, já que o professor “não está vendo”? Como avaliar, medir e constatar se houve absorção e troca de conhecimento? As dúvidas e questionamentos continuam, já que a EAD, apesar de não ser tão nova assim (desde o século XIX já se praticavam metodologias neste sentido). O ensino por correspondência, tele-aula, vídeo-aula, manuais, ensino pelo rádio, e tantos outros métodos já foram utilizados (e em alguns lugares ainda continuam sendo), mas com a ressalva de que agora a tecnologia envolveu-os de novas possibilidades, além de diminuir os custos e as distâncias. O EAD proporciona, mesmo a distância, o que nem sempre conseguimos compreender presencialmente: a soma de nossas experiências pode resultar em uma terceira experiência, e o meio digital é propício para isso, dada a quantidade de novos recursos disponíveis, dentro e fora dos ambientes de estudo.

Continue lendo »

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Filmes, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, Jolicloud, Legislação, LibreOffice, LibreOffice.org, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, ODF, OpenSUSE, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Lançada edição n. 26 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 08/06/2011

Crowdsourcing é uma nomenclatura recente para algo que todos conhecemos bem. A construção colaborativa através da rede já vem sendo feita a muito tempo. Vários projetos de código aberto foram produzidos e se tornaram o que são justamente por causa da construção coletiva de vários entes, vários nós, pontos interligados em uma grande teia. E o que antes era um passatempo nerd, se tornou o motor de muitos projetos.

Alguém aí já pensou em como seria as nossas vidas sem a construção coletiva, responsável por exemplo, pela criação, manutenção e crescimento da Wikipédia? E as mobilizações que hoje são feitas através das redes sociais com os mais diversos propósitos? Projetos são criados, mantidos, remunerados e atingem maturidade através de vários pares de mãos, dezenas de dedos, milhares de IPs, espalhados mundo a fora. Compartilhar e constribuir com o outro são valores que aprendemos desde criança. “Reparta o seu lanche com o seu coleguinha”, ou “divida o seu biscoito com seu amigo”; você certamente já ouviu estas frases proferidas por entes queridos, pessoas que se importavam com você. Uma pena que tais valores, com o passar do tempo foram sendo esquecidos. Em uma sociedade como a nossa, o inteligente não é quem compartilha, mas sim aquele que esconde. Convido-o a reflitir os novos valores da sociedade…

Onde erramos?! Erramos? Ou tudo não passa de uma evolução (ou regressão)? Devaneios que esta edição apresenta em diversos artigos, ora técnicos, hora reflexivos e que nos leva a pensar, tentar entender o que hoje vivemos. E para nos ajudar a entender um pouco mais sobre este tema conversamos com Carl Esposti, criador do site Crowsdsourcing.org. Esposti clarifica o termo, com exemplos reais e palpáveis. Outros colaboradores como Alexandre Oliva, João Carlos Caribé, Ana Brambilla, entre outros, igualmente tratam o tema, com rigor e foco. Além do tema em questão, contribuições diversas e que merecem destaque!

A partir desta edição a Revista Espírito Livre também incluirá uma seção exclusiva sobre LibreOffice, a suíte de escritório líder e que certamente você utiliza. Se ainda não a instalou, não perca tempo. Existem versões para GNU/Linux e outros sistemas operacionais disponíveis no mercado. Diversas distribuições GNU/Linux, como Ubuntu, Fedora, OpenSuSE, Linux Mint, Debian e tantas outras já trazem o LibreOffice ou em suas mídias de instalação ou repositórios, bem como várias empresas que também sinalizaram positivamente quanto a suas migrações para o LibreOffice, logo, nada mais natural acompanharmos tal ascensão.

Partimos rumo ao terceiro ano, com a ajuda de muitos colaboradores dedicados, parceiros que nos ajudam de alguma forma e dos leitores que sempre estão nos acompanhando. Um abraço a todos que ajudam a construir esta incrível publicação.

Clique aqui para anúncio oficial e download


João Fernando Costa Júnior
Coordenador GUBrO-ES – Grupo de Usuários de BrOffice.org do ES / Iniciativa Espírito Livre / Equipe Bestlinux
Linux User #422133
Ubuntu User #16167

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Firefox, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Kubuntu, Kurumin, Legislação, LibreOffice, Linux Acessível, Linux Mint, Livros e Treinamentos, Mandriva, ODF, Política, Puppy Linux, Red Hat, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Satux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Lançada edição #24 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 02/04/2011

Com algumas horas de atraso, mas garantindo a liderança, aí está edição n. 24 da Revista Espírito Livre. São 99 páginas de muita informação, graças aos senhores e aos tantos que de alguma forma contribuem. Meu muito obrigado.

Abaixo reproduzo trecho do editorial.

Aqueles que quiserem (e puderem) publicar o anúncio do lançamento em seus blogs e sites/planetas/listas, queiram por gentileza solicitar que o leitor se dirija ao site oficial da revista ou ainda através deste link curto, pra facilitar:

Lançada edição n. 24 da Revista Espírito Livre: http://va.mu/BTQ

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, ODF, OpenSUSE, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Comissão aprova prioridade para software livre na administração pública

Posted by Paulo em 12/03/2011

Artigo original disponível em: http://acordocoletivo.org/2011/03/11/comissao-aprova-prioridade-para-software-livre-na-administracao-publica/

Comissão aprova prioridade para software livre na administração pública

A intenção do projeto é economizar no pagamento de licenças de programas de computador. Segundo Erundina, o governo gasta cerca de 2 bilhões de dólares por ano com essas licenças.
Arquivo – J. Batista
Luiza Erundina: um dos objetivos é diminuir o gasto público com programas de computador.

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou hoje proposta que garante preferência para softwares livres na contratação de bens e serviços de informática pela União, pelos estados, pelo Distrito Federal e pelos municípios. A medida consta de substitutivo da deputada Luiza Erundina (PSB-SP) ao Projeto de Lei 2269/99, do deputado Walter Pinheiro (PT-BA), e outros seis apensados
Tramitação em conjunto. Quando uma proposta apresentada é semelhante a outra que já está tramitando, a Mesa da Câmara determina que a mais recente seja apensada à mais antiga. Se um dos projetos já tiver sido aprovado pelo Senado, este encabeça a lista, tendo prioridade. O relator dá um parecer único, mas precisa se pronunciar sobre todos. Quando aprova mais de um projeto apensado, o relator faz um texto substitutivo ao projeto original. O relator pode também recomendar a aprovação de um projeto apensado e a rejeição dos demais..

Pelo texto, software livre é aquele que garante a qualquer usuário, sem custos adicionais: a execução do programa para qualquer fim; a redistribuição de cópias; o estudo de seu funcionamento, permitindo a sua adaptação às necessidades do usuário, seu melhoramento e a publicação dessas melhorias; e o acesso ao código fonte.

Para a relatora, a adoção de software livre possui três objetivos: aumentar a competitividade da indústria nacional de software, oferecer condições de capacitação para trabalhadores do setor e diminuir o gasto público com o licenciamento de programas de computador. “Estima-se que o Estado, em todos os seus níveis, gaste cerca de 2 bilhões de dólares por ano com pagamento de aluguel de licenças de programas-proprietários”, afirma Erundina.

Continue lendo »

Posted in Apendendo Linux, Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, Legislação, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, Mozilla Firefox, OASIS, ODF, OpenOffice.org, OpenSUSE, Política, Revista BrOffice.org, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu - Guia do Iniciante, Ubuntu Linux, Unicamp Rau-tu | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

A Revolução não será Licenciada

Posted by Paulo em 08/03/2011

Artigo original em inglês disponível em http://torrentfreak.com/the-revolution-will-not-be-properly-licensed-110304/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+Torrentfreak+(Torrentfreak)

The Pirate Bay logo

Image via Wikipedia

Está em todo lugar. Grandes empresas tentando obter o controle de nossas ferramentas de comunicação, alegando preocupações com com direitos autorais. Com frequência, elas têm a ajuda de políticos pouco amigáveis, que aspiram pelo mesmo tipo de controle, alegando preocupações com o terrorismo ou alguma outra palavra MaCarthista da moda, que evoque o medo. Deveríamos observar isso pela perspectiva das revoltas que ocorrem, neste momento, no mundo árabe.

Temos, hoje, a SonyBMG obtendo controle a nível de administrador de milhões de computadores de seus clientes para evitar a simples cópia de música. Autoridades européias obrigando facilidades de escuta telefônica em todos os equipamentos de telecomunicações. Fabricantes de veículos instalando chaves de destruição remota. A Microsoft incorporando o mesmo tipo de chaves de destruição em seus softwares, assim como a Apple e a Google fazendo o mesmo em nossos telefones. A Intel incorporando as mesmas chaves de destruição nos processadores. A Amazon apagando livros de nossas bibliotecas virtuais.

Continue lendo »

Posted in Aplicativos, Apple, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, História, iniciante em Linux, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Modem 3G, Mozilla Firefox, Netbooks, OASIS, ODF, OpenSUSE, pasl.net.br, Revista BrOffice.org, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu Linux, Uncategorized, Wikileaks | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Ensine seus amigos a encontrar informações

Posted by Paulo em 23/02/2011

Hoje, um amigo me chamou no Gtalk, injuriado porque um colega de trabalho dele o estava pedindo para ensinar como instalar uma impressora no Linux. O referido colega, inclusive, já havia feito um curso de Linux, mas aparentemente se encontrava em sua “zona de conforto”.

Afinal, o importante não é saber como fazer, mas ter os contatos de quem sabe fazer, não é mesmo?

Por fim, depois de tanto insistir, ele conseguiu a resposta que queria do meu amigo:

http://lmgtfy.com/?q=compartilhar+impressora+no+linux

Eu não conhecia a página “Let me Google that for you” ou, em português, “Deixe-me usar o Google para você”, mas achei h-i-l-á-r-i-a. Vai ter muita utilidade para mim.

Se quiser experimentar, basta você entrar na página principal:

http://lmgtfy.com/

Digitar a chave de busca e clicar em “Pesquisa Google”. O site cria um pequeno video, cujo link fica disponível no campo “Compartilhe o link abaixo”, mostrando o que você fez, e caindo direto na página com as respostas do Google.

Agora você pode enviar o link com todas as respostas possíveis para a dúvida de seu amigo.

Ideal para pessoas com uma certa tendência à ironia e ao sarcasmo, como eu. =D

 

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Firefox, Go-OO, Humor, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, Jolicloud, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, Mozilla Firefox, Netscape, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

O maior obstáculo na adoção do FOSS e do GNU/Linux

Posted by Paulo em 20/11/2010

Esse post não é meu. É de um blogueiro indiano chamado Narendra Sisodiya http://blog.narendrasisodiya.com/. O post abaixo retrata as dificuldades de várias entidades e de muitos usuários comuns quando tentam migrar para o GNU/Linux e o FOSS, e mostra algumas das iniciativas indianas para promover a sua adoção.

Tradução do original disponível em http://blog.narendrasisodiya.com/2010/11/biggest-hurdle-in-fossgnulinux.html

The biggest hurdle in FOSS/GNU/Linux adaptation

Deixem-me falar sobre a maior dificuldade na adoção do Software Livre.
Esse obstáculo são os “Drivers Proprietários de Hardware“.
Na Índia recenttemente aprovamos uma “Política de Padrões Abertos”. É uma grande vitória para as comunidades de  Software Livre e nossos líderes.
Da mesma forma, precisamos de uma política de venda de Hardware. Essa política deve especificar que “Qualquer hardware que o governo compre deve ter uma especificação de drivers aberta.”

Por que isso é importante ?

Deixem-me explicar através de um exemplo.
Uma escola da minha cidade comprou um hardware a um ano atrás. Na época da compra, eles não conheciam o Linux. Agora, mesmo que queiram migrar para o Linux, ele precisam contratar uma consultoria para isso. Isso porque muitos dos dispositivos de hardware têm uma certa dificuldade de funcionar com o GNU?Linux, isso porque o GNU/Linux não possui os drivers proprietários desses dispositivos. Por exemplo, algumas webcams não funcionam no GNU/Linux, ou a maioria dos lousas interativas, que são uma tendência nas escolas, etc.

Estimados defensores do Software Livre, vocês precisam se lembrar que vocês podem visitar uma escola, ou universidade, e tentar instalar o GNU/Linux, MAS, vocês não podem alterar o hardware de um sistema. Temos de ter uma política clara que especifique que diga: “todo dispositivo deve ter uma especificação ou drivers disponíveis para todos os sistemas operacionais do mercado”.

Precisamos seriamente criar uma lista negra de drivers proprietários e de hardware e impedir sua comercialização.
Hardware proprietário é um monopólio tão perigoso quanto, ou mais do que o software proprietário.Aqui está uma lista das coisas perigosas e antiéticas:

Patentes de software       (O maior perigo)
Drivers e Hardware proprietário
Padrões proprietários
Software proprietário      (o menor perigo dessa lista)

O motivo de pelo qual dei uma classificação de perigo menor para o software proprietário é porque é fácil obter uma equivalente (por exemplo, um software livre). Por exemplo, o Firefox e o Chrome podem substituir o IE, porque ambos funcionam com o HTML.
Mas é complicado conseguir uma adaptação equivalente de um padrão proprietário largamente adotado. Por exemplo, doc x odt.
De maneira parecida, será difícil difundir o GNU/Linux por toda a Índia por causa do perfil de hardware e dos hardwares e dos seus drivers proprietários.

Por – Narendra Sisodiya

Isso me faz lembrar nossas dificuldades discutidas infinitamente nos fórums e listas de discução do SL em nosso país. Nossa dificuldade não é só nossa. Nossa dificuldade não é “proprietária”.

Posted in Aplicativos, Apple, Asus, Big Linux, BrOffice, CentOS, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, DSL, EeePC, Fedora, Firefox, Firefox, FreeBSD, Games, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, iPad, Jolicloud, Kubuntu, Kurumin, Legislação, LibreOffice.org, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mini 10, Mini 9, Mini PC, Moblin, Modem 3G, Mozilla Firefox, Multifuncionais, Netbook Remix, Netbooks, Netscape, OASIS, ODF, OpenBSD, OpenOffice.org, OpenPC, OpenSUSE, OpenSUSE, pasl.net.br, Política, Puppy Linux, Receptor de TV Digital AOC, Red Hat, Satux, Scientific Linux, SK1, Slackware, Slackware, Smartbooks, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu Linux, Webcam, Wireless | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Usar Windows está cada dia mais perigoso

Posted by Paulo em 11/11/2010

Existe uma situação interessante acontecendo no mundo, hoje em dia, em particular, no Brasil: o acesso à informação, à Internet está, cada dia, mais popularizado. As vendas de PCs para as classes C e D aumentam todos os anos (http://www.opovo.com.br/www/opovo/economia/894675.html). A inclusão digital está atingindo grandes parcelas da população.

O lado oculto dessa moeda é que os crimes digitais também aumentaram, mas de maneira desproporcional (http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2010/11/10/brasil-e-3-o-em-hospedagem-de-sites-com-malware-criminoso-diz-websense/). A matéria traz duas informações alarmantes: em um ano, o número de sites maliciosos mais que dobraram e, hoje, sites com algum tipo de código malicioso representam 20% dos sites da internet. Isso significa que você tem uma chance em cinco de entrar num site que coloque um vírus na sua máquina, sem que você saiba.

Existe um ciclo vicioso nessa história. Vejamos como explicar isso de maneira bem didática:

Continue lendo »

Posted in Apendendo Linux, Aplicativos, Apple, Big Linux, BrOffice, CentOS, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dropbox, DSL, Fedora, Firefox, Firefox, FreeBSD, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Kurumin, Legislação, LibreOffice.org, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mini 10, Mini 9, Mini PC, Moblin, Modem 3G, Mozilla Firefox, Netbook Remix, Netbooks, Netscape, ODF, OpenBSD, OpenOffice.org, OpenPC, OpenSUSE, OpenSUSE, pasl.net.br, Política, Puppy Linux, Red Hat, Revista BrOffice.org, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Satux, Scientific Linux, SK1, Slackware, Slackware, Smartbooks, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu - Guia do Iniciante, Ubuntu Linux, Virus, Webcam, Wireless | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Sobre as licenças OEM e os PC’s usados

Posted by Paulo em 20/10/2010

Artigo original em espanhol disponível em: http://fraterneo.blogspot.com/2010/10/sobre-las-licencias-oem-y-las-pcs.html

Hoje em dia é normal que a maioria das pessoas adquira computadores usados. Lamentavelmente, eles vêm com Windows pré-instalado. Muitas lojas vendem esses computadores sem o sistema instalado e sem a etiqueta de autenticidade do Windows (Em outras palavras: Sem a licença ou “chave”).

Evidentemente, por ignorância, as pessoas as compram e procuram seu “técnico em informática” para que ele instale o Windows e todo o resto das aplicações, sem licença, como de costume.

Essa ignorância das licenças que vêm nos sistemas pré-instalados em computadores como Dell, Compaq, etc., pode acarretar problemas legais, quando se trata de uma empresa, e também para usuários domésticos. De fato, esta é uma das coisas que se deve exigir das lojas que vendem computadores usados, porque isso é ilegal. Vejam o que diz a Microsoft a respeito dessas licenças:

Uma vez que uma licença de software OEM tenha sido instalada em um PC, não se pode instalá-la em outro PC ou transferi-la. Em poucas palavras, o software OEM está “casado” com o computador original no qual foi instalado. O contrato de licença de usuário final, que é um contrato entre o fabricante do computador e o usuário final, declara que a licença OEM System Builder não pode ser transferida da máquina original para outro PC. O fabricante (ou integrador de sistemas) está obrigado a oferecer suporte técnico para a licença do Windows. O fabricante não pode dar suporte a uma licença que tenha sido transferida de um PC de sua fabricação para outro de outro fabricante; esta é uma das principais razões do porque das licenças OEM System Builder não poderem ser transferidas. O que, sim, se pode fazer é transferir o computador completo para outro usuário final, junto com os direitos de licenciamento do software. Ao fazê-lo, deve-se incluir os suportes físicos do software, os manuais (se os tiver) e a etiqueta do Certificado de Autenticidade (COA). Também é recomendável incluir a nota fiscal ou a fatura da compra original. O usuário original não pode conservar cópias do software.

Além disso, olhem o conceito que ele têm a respeito dos computadores usados:

Um PC usado é um computador que sofreu poucas ou nenhuma mudança no hardware. A licença do software OEM instalado em um PC usado não pode ser transferida para um PC novo ou diferente. O que se pode fazer é transferir a outro usuário o PC inteiro, incluindo os suportes físicos do software, os manuais e o Certificado de Autenticidade, junto com os direitos da licença do software.

Conclusão: Não importa o preço, as lojas de equipamentos usados são obrigadas a entregar, com cada computador usado, as licenças OEM do sistema instalado e sua etiqueta de autenticidade.

Nota do tradutor: Se você quer ter um sistema usado e legalizado, você tem três opções: 1 – exija do vendedor uma descrição detalhada do que está comprando e dos valores na nota fiscal de compra. Isso inclui sistema operacional, softwares adicionais como anti-vírus, programas de escritório, etc., incluindo a versão (Microsoft Windows XP SP3 Starter edition, ou Microsoft Office 2003 Standard, por exemplo). 2 – Compre o que precisa nas lojas especializadas (o que, com toda certeza vai custar muito mais do que o valor pago pelo PC usado). 3 – Use software livre, como Linux, LibreOffice, etc. Você não pagará nada de licença, terá uma máquina totalmente funcional e a prova de vírus.

Posted in Aplicativos, BrOffice, Debian Linux, Fedora, Firefox, Google Android, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, LibreOffice.org, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, Microsoft, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Linux: Desbancando o mito do 1%

Posted by Paulo em 27/09/2010

Interessante artigo de Caitlyn Martin, publicada na O’Reilly, em 7 de Setembro.

Artigo original em Inglês em: http://broadcast.oreilly.com/2010/09/debunking-the-1-myth.html

Desbancando o mito do 1%
Por Caitlyn Martin, 7 de Setembro de 2010

“Nada é tão absurdo. Se você repetir com a frequência suficiente, as pessoas acreditarão.” –William James

Parece que, quase todos os dias, alguém na imprensa, ou num fórum de tecnologia, alega que a adoção do Linux em Desktops (incluindo laptops) é insignificante. O número apregoado fica em torno de 1%. Essas alegações são também repetidas por pessoas que defendem o uso do Linux. Ambas as ideias, de que a fatia de mercado do Linux nos desktops seja insignificante, e a figura do 1% são simplesmente falsas, e têm sido já há vários anos.

A fatia de mercado do Linux não é pequena. O Linux e o UNIX possuem a maior parte do mercado de servidores por mais de uma década. O Linux é muito competitivo embarcado em dispositivos. E também está fazendo um grande estardalhaço no mercado de desktops corporativos e residenciais, o que inclui laptops, notebooks e netbooks.

Continue lendo »

Posted in Aplicativos, Apple, Big Linux, CentOS, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, DSL, Fedora, Firefox, Firefox, FreeBSD, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Kurumin, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mini 10, Mini 9, Moblin, Mozilla Firefox, Netbook Remix, Netbooks, Netscape, OpenBSD, OpenPC, OpenSUSE, OpenSUSE, Puppy Linux, Red Hat, Satux, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Smartbooks, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Esqueça o Facebook Phone. Veja o Mozilla Seabird — Um celular conceito para a rede aberta

Posted by Paulo em 24/09/2010

Artigo original em inglê em: Forget The Facebook Phone, Here’s Mozilla Seabird — An Open Web Concept Phone.

Muito tem-se falado do Facebook Phone. Enquanto o Facebbok ainda é vago a respeito das suas ideias para ele (pelo menos não estão mais negando o fato), parece que qualquer coisa que apareça será baseada no Android. E a INQ pode apresentar o primeiro deles no início do próximo ano. mas o Facebook não é a única empresa pensando em celulares e Android. A Mozilla também está. Ou, pelo menos, a comunidade está. Hoje, no blog do Labs blog, eles mostraram o Seabird, um celular conceito baseado no Android feito pensando nos ideais da rede aberta.

O conceito, criado por Billy May, parece impressionante. O formato é um pouco feio (uma espécie de gota de chuva de cabeá para baixo), mas vem com uma câmera de 8 mega pixels, dois pico projetores de cada lado do aparelho, carregador de bateria sem fio, e um dongle bluetooth destacável. O dongle é também um fone de ouyido e um controle remoto para o celular. O pico projetor, por sua vez, projeta um teclado virtual sobre uma superfície plana para digitação.

Será que uma coisa dessas funcionaria? Quem sabe? Algumas dessas tecnologias, certamente, já existem há alguns anos. Mas o aparelho, ainda que seja um conceito, é demais.

Continue lendo »

Posted in Aplicativos, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Firefox, Firefox, Google Android, Mozilla Firefox, Smartphones | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Porque a Microsoft erra ao continuar criticando o uso do software Open Source?

Posted by Paulo em 16/09/2010

Artigo original em: http://bsrsoft.com.br/portal/bsrsoft/bsrsoft-dev-editorial-porque-a-microsoft-erra-ao-continuar-criticando-o-uso-do-software-open-source/

Nesta terça-feira, 14 de setembro de 2010, o presidente da Microsoft para América Latina, Hernán Rincón, criticou a decisão de alguns governos da região, incluindo, e especialmente o Brasil, de incentivar – ou mesmo obrigar – a adoção de software livre em seus serviços públicos e sistemas educacionais.

Comentou: “Com todo respeito ao Brasil, mas qual deveria ser o papel do governo? Desenvolver software ou melhorar a vida da pessoas?”

Cometeu diversos enganos, aparentemente de forma intencional, haja visto que trata-se do principal executivo da Microsoft na região que de forma previsível defende o modelo de negócio desta, o software fechado.

Cometeu engano quando vinculou o uso de software livre pelo governo brasileiro à uma hipotética necessidade de desenvolvimento interno de software.

Esqueceu-se de maneira proposital, que software livre, pronto, está disponível livremente por ai. Na maior parte dos casos, nenhum desenvolvimento adicional é necessário.

Muito do que é feito simplesmente, é se escolher o software necessário (livre) e se não houver pessoal interno do serviço público habilitado à instalá-lo e mantê-lo, contrata-se uma empresa especializada para fornecer o devido suporte. Só que neste caso, não entra a Microsoft já que até hoje esta não fornece suporte à software livre.

E apesar de tudo isso, desenvolvimento de software ainda é uma tarefa corriqueira em todos os governos do mundo. Por que isso haveria de ser uma aberração aqui no Brasil?

O governo brasileiro prefere e muitas vezes obriga a apresentação de software livre em suas licitações por diversos motivos, destacando-se:

  • Muitas empresas brasileiras podem prover suporte e desenvolvimento sob software livre, criando empregos, capacitando mão-de-obra em tecnologias de ponta e criando tecnologia de ponta;
  • Possibilidade de auditoria imparcial e total sobre o que setores estratégicos do governo estão rodando em seus computadores, impossibilitando espionagem via back-doors nos programas, por exemplo;
  • Independência tecnológica e independência de fornecedor;
  • Garantia de interoperabilidade entre sistemas diferentes que usem protocolos abertos;

São ótimos motivos para qualquer governo no mundo preferir software aberto e livre.

A NSA (Agência Nacional de Segurança dos EUA especializada em espionagem eletrônica) roda Linux nas estações de trabalho internas, para que tenham acesso ao código de todo programa que usam.

O DoD (Departamento de Defesa dos EUA) segue linha parecida.

O governo da França também e pelos mesmos motivos do Brasil.

Aparentemente a Microsoft vem atacando a iniciativa brasileira pró open source, pois o Brasil perfaz 45% do faturamento deles na América Latina, sendo esta a região com a melhor curva de lucratividade para a empresa atualmente.

Estão defendendo a galinha dos ovos de ouro. às custas de espalhamento de desinformação e medo.

E justo nesses dias em que a Microsoft vem ventilando para todo mundo ouvir, que coexiste bem com o software livre e que até “ama o software livre”.

Palavras ao vento não valem nada. O que funciona de verdade, são ações concretas.

————————————————————————————————————————————–

Matéria sobre o assunto: http://idgnow.uol.com.br/mercado/2010/09/14/executivo-da-microsoft-critica-posicao-brasileira-sobre-software-livre/

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Firefox, Google Android, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mozilla Firefox, ODF, OpenOffice.org, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Dropbox: Coisas legais que dá pra fazer com ele.

Posted by Paulo em 13/09/2010

Dropbox

Apesar do Ubuntu ter uma ferramenta de drive virtual, o Ubuntu One, a crítica mais contundente que se faz a ela é: só funciona no Ubuntu 9.04 ou superior. Isso é um incômodo para quem trabalha em equipes multiplataforma e quer compartilhar arquivos com pessoas que usam outras distribuições Linux, MacOS e Ms Windows. Uma opção mais flexível é o Dropbox (http://www.dropbox.com), um sistema de drive virtual livre e com uma opção de gratuidade muito boa.

O que é?

Trata-se de um serviço que oferece um espaço em servidores na Internet para que você possa guardar, sincronizar e compartilhar arquivos. Primeiro você se cadastra no site http://www.dropbox.com, depois instala um pequeno aplicativo que sincronizará uma pasta em seu computador com o servidor na Internet. Tudo o que for colocado nessa pasta será automaticamente copiado para seu espaço na internet. O serviço oferece espaço gratuito de 2 GiBi e, se você indicar pessoas, para cada uma que se cadastrar você ganha um espaço extra de 250 MiBi, até o limite de 8 GiBi.

O básico

O básico que o Dropbox pode fazer é backup. Se você tiver um problema no seu HD e perder seus arquivos, eles estarão seguros na Internet. Simplesmente resolva o problema da máquina sem se preocupar com backups de seus arquivos pessoais. Mas tem mais:

Coisas legais que dá pra fazer

A revista Info Exame de Agosto sugeriu algumas aplicações interessantes que, na verdade, constam das aplicações disponíveis no Wiki do Dropbox:  http://wiki.dropbox.com/TipsAndTricks. Das mais simples, às mais geniais:

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Dropbox, Fedora, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , | Leave a Comment »

PASL.NET.BR – Páginas Amarelas do Software Livre

Posted by Paulo em 10/09/2010

O Páginas Amarelas do Software Livre – PASL.NET.BR – é uma iniciativa sem fins lucrativos que pretende promover a disseminação do Software Livre através da divulgação dos vários canais de ajuda e suporte atualmente disponíveis.

O portal disponibilizará seus serviços gratuitamente tanto para quem busca ajuda, quanto para quem a oferece. O objetivo não é, oferecer os serviços de suporte em si, mas indicar onde eles podem ser encontrados. Estão disponíveis serviços pagos e gratuitos, sendo de responsabilidade de cada anunciante os critérios para a prestação de seus serviços.

O portal é voltado exclusivamente para software livre e assuntos relacionados a inclusão digital. Nele você não encontrará ajuda para problemas com softwares proprietários, embora vários de nossos anunciantes possam, também, prestar esses serviços a esse tipo de plataforma. Entretanto, existem muitos softwares livres que rodam em plataformas proprietárias. Para esses, você também encontrará suporte aqui.

O principal canal de suporte oferecido é o de classificados, onde você poderá encontrar um profissional capacitado para prestar ajuda próximo à sua localidade. O portal também oferece um canal IRC no Freenode, o #pasl.net.br, que pode ser acessado pelo seu programa de mensagens preferido, ou pelo link “CHAT ONLINE”. A equipe está trabalhando para oferecer acesso a outros tipos de suporte, como links para os suportes oficiais dos softwares mais requisitados, download de apostilas, livros e material de referência.

Se você gostou da iniciativa e quer ajudar, há várias formas:

– Cadastre-se no portal e ofereça seus serviços;
– Permaneça conectado no chat e responda às duvidas dos usuários;
– Ajude no desenvolvimento e manutenção do portal;
– Divulgue a iniciativa aos seus contatos, amigos e conhecidos;
– Faça uma doação ao projeto.

A equipe do PASL.NET.BR agradece a sua colaboração.

Visite já: http://www.pasl.net.br

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Filmes, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Linuxacessível.org, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, Modem 3G, Multifuncionais, Netbooks, ODF, OpenPC, OpenSUSE, pasl.net.br, Revista BrOffice.org, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Smartbooks, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu - Guia do Iniciante, Ubuntu Linux, Unicamp Rau-tu, Webcam, Wireless | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Linux difícil de usar: mito ou verdade? – Computação Corporativa – IDG Now!

Posted by Paulo em 05/08/2010

Linux difícil de usar: mito ou verdade? – Computação Corporativa – IDG Now!.

Por Katherine Noyes, da PC World/EUA
Publicada em 04 de agosto de 2010 às 08h00
Atualizada em 04 de agosto de 2010 às 11h48

Difícil, complicado e incompatível são algumas das acusações que pesam contra o sistema livre.

Não causa surpresa que, na comparação com outros sistemas operacionais, o Linux seja visto como difícil de usar – uma concepção que é rotineiramente explorada pela concorrência, interessada em espantar potenciais novos usuários do sistema.

Quer um exemplo? Numa página publicada recentemente no site inglês da Dell – e que foi retirada em seguida -, a fabricante de PCs sugeriu que o sistema Ubuntu Linux é indicado principalmente para usuários “interessados em programação de código aberto”, que não se importam em “aprender a usar novos programas para e-mail, processamento de texto etc”.

Para o restante – ou seja, quase todo mundo -, a Dell recomenda Windows. Que mais ela poderia fazer para desencorajar a maioria, com exceção dos mais determinados?

Por outro lado, tornou-se claro nas últimas semanas que a Dell está sofrendo de algum tipo de conflito interno quando se trata de Windows. Esta página, afinal, ainda está no site.

Independentemente disso, está na hora de acabar de uma vez por todas com essa noção de que Linux é muito difícil.

Leia a matéria completa em http://idgnow.uol.com.br/computacao_corporativa/2010/08/04/linux-dificil-de-usar-mito-ou-verdade/

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Mandriva, ODF, OpenSUSE, OpenSUSE, Política, Red Hat, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Divulgação de suporte técnico local e regional

Posted by Paulo em 02/08/2010

Recentemente, surgiu uma discussão na lista de discussão do Ubuntu-br (https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-br) a respeito de suporte técnico em pessoa.

Da discussão surgiu a ideia de se criar um local (ou locais) onde pessoas interessadas em oferecer serviços de suporte (gratuito ou pago) em suas regiões, para pessoas que necessitassem. Neste blog, criei uma página para começar a divulgar essas pessoas (https://almalivre.wordpress.com/suporte), já que apenas posso atender a região de Curitiba, mesmo assim de forma limitada. Gostaria de convidar aqueles que estiverem interessados em oferecer suporte (a questão do do caráter comercial ou não fica a cargo de cada um) em suas respectivas regiões.

O conteúdo da página pode ser copiado e replicado para qualquer outro portal/site/blog, de forma que possamos criar uma rede de atendimento nacional com divulgação nacional. A adesão ao grupo é gratuita. Apenas pedimos que nos enviem um e-mail contendo, nome, um mini-currículo citando as comunidades onde atuam e quais tipos de suporte oferece, assim como um e-mail para contato.

Chegamos à conclusão de que a participação ativa em alguma comunidade para respaldar a competência do interessado é fundamental para dar credibilidade ao profissional. Acreditamos que uma inciativa como essa pode ajudar quem precisa encontrar um suporte técnico próximo a sua localização, bem como oferecer divulgação a quem oferece o serviço, incentivando a adoção do software livre pela população em geral.

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, ODF, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu - Guia do Iniciante, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

IBM define Firefox como navegador padrão

Posted by Paulo em 01/07/2010

Bob Sutor, vice presidente de código aberto da IBM, anunciou hoje em seu blog (http://www.sutor.com/c/2010/07/ibm-moving-to-firefox-as-default-browser/) que a empresa vai migrar para o Firefox como navegador padrão. Segundo ele, os mais de 400 mil funcionários da Big Blue ao redor do mundo passarão a utilizar o navegador em software livre. Muitos já o utilizam em diversas plataformas como Linux, Mac OS e Windows, mas a expectativa é que os demais navegadores sejam substituídos. Mas a adoção não será obrigatória. No post ele coloca:

So what does it mean for Firefox to be the default browser inside IBM? Any employee who is not now using Firefox will be strongly encouraged to use it as their default browser. All new computers will be provisioned with it. We will continue to strongly encourage our vendors who have browser-based software to fully support Firefox.

Tradução:

Mas o que significa para o Firefox tornar-se o navegador padrão da IBM? Todo empregado que não esteja utilizando o Firefox atualmente será fortemente incentivado a utilizá-lo como navegador padrão. Todos os novos computadores serão entregues com ele. E continuaremos a incentivar fortemente nossos fornecedores que possuem softwares baseados em navegadores a dar suporte total ao Firefox.

Mais uma grande empresa que dá um passo em direção do software livre e dos padrões abertos. Grandes empresas brasileiras que vão pelo mesmo caminho são Caixa Econômica Federal (todas as estações de trabalho serão migradas para Linux e BrOffice.org até o final de 2011), Banco do Brasil, Petrobras, Itaipu, Correios, Serpro, Dataprev, Celepar, entre outras.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Firefox, Firefox, ODF, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , | Leave a Comment »

ODF 5 Anos

Posted by Paulo em 06/05/2010

Muitas pessoas têm a ilusão de que a Microsoft está na  liderança do mercado porque é competente e tem bons produtos. Essa é uma visão distorcida, típica das pessoas que “pegaram o bonde da tecnologia andando”, e que desconhecem a história. Pessoas que, como eu, estão na área de TI há mais de 20 anos, viveram a história e viram como e por que certas coisas aconteceram, e o mercado de informática tem a cara que tem hoje. Não temos essa ilusão, e vemos o software livre de uma forma muito simpática… Pelo menos a maioria de nós.

O texto abaixo de Rob Wier, lança um pouco de luz na história das aplicações e dos sistemas operacionais, que pode ajudar, a quem esteja interessado em saber, a entender porque os defensores do software livre são tão apaixonados pela sua causa. Como se diz popularmente: “gato escaldado tem medo de água fria”.

01 de Maio de 2010 em http://www.robweir.com/blog/2010/05/odf-5-years.html

Tradução: Paulo de Souza Lima

Há exatamente cinco anos atrás, em 1 de maio de 2005, o OASIS aprovou o formato aberto de documentos 1.0 (Open Document Format – ODF 1.0) como padrão OASIS. Eu gostaria de dedicar uns poucos e breves minutos para refletir sobre esse marco, mas apenas isso. Estamos ocupados no trabalho no OASIS fazendo os últimos ajustes no ODF 1.2. Estamos nas últimas semanas da revisão que tem “todas as mãos na massa” para que possamos entregar as questões pendentes, dessa forma, podemos enviá-la para a revisão pública final. Mas espero que eu possa ser desculpado por um pequeno desvio para comemorar esse aniversário.

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Firefox, História, Legislação, Microsoft, OASIS, ODF, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Os 7 pecados do Windows, ou os pecados do Windows 7

Posted by Paulo em 27/04/2010

Artigo original em http://en.windows7sins.org/

Os pecados do Windows 7: O caso contra a Microsoft e o software proprietário.

A nova versão do sistema operacional da Microsoft, o Windows 7, tem o mesmo problema do Vista, do XP e de todas as versões anteriores — são softwares proprietários. As pessoas não têm permissão para compartilhar ou modificar o Windows, ou examinar seu funcionamento por dentro.

O fato do Windows 7 ser proprietário significa que a Microsoft possui controle legal sobre as pessoas que utilizam o sistema operacional, através de da combinação de direitos de cópia, contratos e patentes. A Microsoft usa esse poder para abusar dos computadores das pessoas. No sítio windows7sins.org, a Fundação do Software Livre (FSF – Free Software Foundation) lista sete exemplos do abuso cometido pela Microsoft.

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Fedora, Filmes, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, História, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Mandriva, Microsoft, Netbooks, ODF, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Smartbooks, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Firefox Addons, Vírus, Malwares e o Linux

Posted by Paulo em 14/02/2010

Artigo original em: http://www.dicas-l.com.br/dicas-l/20100213.php

Colaboração: Alexandro Silva

Data de Publicação: 13 de fevereiro de 2010

Em 2008 um alerta foi enviado informando que um servidor Vietnamita oficial da Mozilla estava com um Language Pack do Firefox infectado com um malware.

2 anos depois um novo alerta é enviado informando que a versão 4 do addon Sothink Web Video Downloader está infectado com um password sniffer chamado Win32.LdPinch.gen e o Master Filer está infectado com um backdoor trojan chamado Win32.Bifrose.

Atualmente somente os usuários dos Windows são afetados por estas pragas, muito porque estes usuários configuram suas contas com permissões administrativas permitindo que os binários executados obtenham acesso aos arquivos do sistema.

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Firefox, Firefox, Microsoft, Software, Software Livre, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , | Leave a Comment »

Explorando o OpenDNS

Posted by Paulo em 05/01/2010

Recebido de: http://www.dicas-l.com.br/index.xml

Dicas-LColaboração: Julio Cesar Bessa Monqueiro

Data de Publicação: 02 de January de 2010

O OpenDNS é um serviço de DNS público, um dos mais conhecidos, que oferece um ótimo desempenho, e é aberto a todos – daí o “Open” no nome. Mas o que diferencia o OpenDNS de outros serviços, como o Google Public DNS, são os outros serviços oferecidos, como: bloqueio de domínios, diversas categorias de domínios bloqueados (como os de conteúdo adulto), estatísticas, detecção de phishing, corretor de erros de digitação, dentre outros. Exploraremos os serviços, e veremos como configurar a atualização de IP no seu computador, seja ele com Windows, Mac OS X ou Linux.

Leia o tutorial em http://www.guiadohardware.net/tutoriais/opendns/

Julio Cesar Bessa Monqueiro é editor do site Guia Do Hardware.net.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Firefox, Firefox, Mozilla Firefox, Slackware, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Lançada edição n.9 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 17/12/2009

Lançada edição n.9 da Revista Espírito Livre!

POSTED BY ADMIN ON DEZEMBRO – 17 – 2009

Revista Espírito Livre - Ed. #009 - Dezembro 2009

Revista Espírito Livre – Ed. #009 – Dezembro 2009


Revista Espírito Livre - Ed. n #009 - Dezembro 2009

Ah! Dezembro chegou, e com ele a reta final de mais um ano. 2009 vai ficando para trás já deixando um gostinho de quero mais em diversos aspectos. Foi um ano movimentado para várias empresas que atuam no mercado de código aberto. Muitas novidades surgiram, código foram abertos, detalhes revelados, documentações liberadas. O próprio lançamento da Revista Espírito Livre neste ano de 2009 foi, é e será motivo de alegria, para mim e para todos que nos acompanham mês após mês.

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, História, Intel Moblin, Jolicloud, Mandriva, ODF, Política, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Canal Aprendendo Linux – Youtube

Posted by Paulo em 11/12/2009

YouTube – aprendendolinux’s Channel.

O portal Aprendendo Linux inaugurou seu canal no Youtube com dicas e truques para resolver problemas nesse sistema operacional. Os vídeos são curtos e essencialmente práticos, mostrando passo a passo como fazer certas tarefas corriqueiras. Vale a pena visitar e colocar nos seus favoritos.

http://youtube.com/aprendendolinux/

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, Games, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Livros e Treinamentos, Mandriva, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

A Revolução do Software Livre

Posted by Paulo em 19/11/2009

Apesar desse livro ter sido lançado há quase dois meses, não postei nada sobre ele porque queria lê-lo e depois emitir uma opinião mais sólida a respeito. Livros sobre software livre costumam ser um tanto quanto repeptitivos pois, basicamente, falam das liberdades básicas, da questão dos direitos autorais, das distribuições do GNU/Linux, dos malefícios do software proprietário, das questões de segurança, etc.

No geral, esse livro não foge à regra mas, ainda assim, é inovador na medida que coloca várias abordagens diferentes para o mesmo tema num único livro. Há abordagens para todos os gostos: Filosófica/ideológica, desenvolvimento colaborativo, jurídica, de negócios, técnica, acadêmica, etc.

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, História, Intel Moblin, Jolicloud, Livros e Treinamentos, Mandriva, Microsoft, ODF, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Existem vírus para Linux?

Posted by Paulo em 18/11/2009

Há uma certa tendência de muitos acreditarem que não existem vírus para sistemas operacionais abertos, como o GNU/Linux. Isso não é uma verdade absoluta. Na verdade, existem cerca de 1000 vírus conhecidos vírus para GNU/Linux (contra cerca de 6 milhões – e subindo – deles para os sistemas janelas), incluídos aí os rootkits, worms e scripts para invasão.

E isso é motivo para alarmes? Na verdade, não. Uma questão relevante sobre a existência de malwares é o impacto que tais programas têm no sistema infectado. Os vírus são desenvolvidos para explorar falhas de segurança dos sistemas. Descobrir falhas de segurança em sistemas proprietários é um pouco mais difícil do que em sistemas abertos, porque, no primeiro, o cracker precisa fazer uma engenharia reversa para “recuperar” o código fonte. No segundo, o código fonte está disponível para qualquer pessoa.

Continue lendo »

Posted in Apple, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, FreeBSD, Google Android, Google Chrome OS, História, Intel Moblin, Jolicloud, Kurumin, Legislação, Mandriva, Microsoft, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 11 Comments »

Windows 7 é tudo o que o Google queria

Posted by Paulo em 10/11/2009

O Windows 7 pode ser bom para a Microsoft, mas é melhor ainda para o Google. Seu sucesso vai ajudar – e muito – o crescimento do Chrome OS.

Veja em http://info.abril.com.br/noticias/blogs/nalinhadogoogle/chrome-os/windows-7-e-tudo-o-que-o-google-queria/

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, Intel Moblin, Mandriva, Microsoft, Netbooks, Política, Scientific Linux, Slackware, Smartbooks, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Brigando com o spam? Saiba o que fazer.

Posted by Paulo em 10/11/2009

Resolva seus problemas em questão de dias

Resolva seus problemas em questão de dias

Baseado no post do Blog do Alvin, disponível em: http://blog.alvin.com.br/index.php/10/2009/brigando-com-o-spam/comment-page-1/#comment-63

Você está revoltado com seus e-mails? Recebe mais spam do que mensagens que te interessam? Desconfia que todo mundo acha que você é gordo ou tem impotência sexual, ou ambos?

SEUS PROBLEMAS ESTÃO BEM LONGE DE ACABAR!!!

Mas, não se desespere! Há maneiras fáceis de começar a resolve-los gradativamente. Basta seguir as dicas abaixo e mudar um pouco seus hábitos com relação à internet. Vamos lá:

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, Intel Moblin, Legislação, Mandriva, Microsoft, ODF, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Conheça a História – Cinco anos do Mozilla Firefox

Posted by Paulo em 09/11/2009

Parece que faz tanto tempo, mas faz apenas cinco anos que o Mozilla Firefox apareceu. E, como quem não quer nada, abocanhou 25% de participação nos computadores do mundo. Ele está em meus computadores desde o início, e também nos dos meus clientes, amigos e colegas. No início era chato ter sites desconfigurados, ou faltando conteúdo, simplesmente porque o outro navegador, aquele das Janelas, não seguia padrões de mercado e a empresa que o desenvolveu preferia (e ainda prefere) ditar seus padrões fechados e vender as ferramentas de desenvolvimento de sites para ele. Felizmente, depois de muita luta, o Firefox venceu, está cada vez mais conhecido e presente nos computadores do mundo.

A Fundação Mozilla está prevendo uma grande festa. Visite a página comemorativa dos cinco anos do Firefox, participe das festividades, participe das atividades, assista ao vídeo, faça o download e divulgue-o.

http://www.spreadfirefox.com/5years/pt-BR/

http://videos.mozilla.org/fyfx/Firefox_Final_VO.ogv

Posted in CentOS, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Firefox, Firefox, Netscape, Slackware, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: