O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Archive for the ‘Jolicloud’ Category

ConvertePST – Importe seus e-mails do Microsoft Outlook

Posted by Paulo em 26/09/2011

Artigo original em Creative Commons BY-SA disponível em: http://marcelo.juntadados.org/node/view/convertepst—lidando-com-o-legado-do-microsoft-outlook

ConvertePST – Lidando com o legado do Microsoft Outlook

ConvertePST é uma ferramenta desenvolvida em Java que permite a navegação (leitura) de arquivos Personal Storage Table (PST) do Microsoft Outlook 2000/2003 com a possibilidade de exportação de mensagens armazenadas neste formato para o formato aberto de E-Mail descrito em RFC podendo ser importado em qualquer ferramenta de Correio Eletrônico.

O ConvertePST foi desenvolvido inicialmente para tratar do legado existente na Caixa Econômica Federal (CEF), durante a migração de sua infraestrutura de correio eletrônico do Microsoft Outlook / Exchange 2003 para a ferramenta de e-groupware Expresso Livre pela 4Linux Free Software Solutions e Prognus Software Livre e agora esta sendo disponibilizado livremente sobre a GPLv3.

Para baixar a última versão do Código-Fonte através do Git

git clone git@github.com:marcelo-soares/ConvertePST.git

Última versão já compilada (Java 1.6)

ConvertePST-1.0.14.tar.bz2 (md5)

Depedências para Compilação

convertepst-deps-20110922.tar.bz2 (md5)

Posted in Aplicativos, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Google Android, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Jolicloud, Linuxacessível.org, Mandriva, Microsoft, ODF, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Lançada edição n.27 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 07/07/2011

Revista Espírito Livre - Ed. #027 - Junho 2011

Ainda recuperando do tombo do mês passado, cá estamos novamente. A edição deste mês apresenta um tema que por muitos é considerado polêmico por justamente ir contra a alguns conceitos enraizados em nossa sociedade, de que só é possível aprender diante de um professor e se transpormos essa ideia para o universo real significaria dizer que a educação, de um modo geral, só se dá através de alguém sentado, frente a um professor, real e físico. Mas o tutor a distância e o professor que estão a distância não são físicos e reais? E as aptidões? Eles as têm? E se não as têm como verificar estando a distância? Os alunos aprendem, ou fingem aprender só para alcançar a tão sonhada “nota”? Ele vai “colar”, já que o professor “não está vendo”? Como avaliar, medir e constatar se houve absorção e troca de conhecimento? As dúvidas e questionamentos continuam, já que a EAD, apesar de não ser tão nova assim (desde o século XIX já se praticavam metodologias neste sentido). O ensino por correspondência, tele-aula, vídeo-aula, manuais, ensino pelo rádio, e tantos outros métodos já foram utilizados (e em alguns lugares ainda continuam sendo), mas com a ressalva de que agora a tecnologia envolveu-os de novas possibilidades, além de diminuir os custos e as distâncias. O EAD proporciona, mesmo a distância, o que nem sempre conseguimos compreender presencialmente: a soma de nossas experiências pode resultar em uma terceira experiência, e o meio digital é propício para isso, dada a quantidade de novos recursos disponíveis, dentro e fora dos ambientes de estudo.

Continue lendo »

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Filmes, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, Jolicloud, Legislação, LibreOffice, LibreOffice.org, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, ODF, OpenSUSE, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Syncany: Uma ótima alternativa ao Dropbox que suporta vários tipos de armazenamento

Posted by Paulo em 27/05/2011

Post original em Inglês disponível em: http://www.webupd8.org/2011/05/syncany-great-dropbox-alternative-which.html

Syncany
Syncany é um novo programa de sincronismo de arquivos em código aberto (similar ao Dropbox, ou ao Sparkleshare). “Nããoo!!!, Outra alternativa ao Dropbox!” você poderia pensar. Bom, o Syncany é diferente e tem a chance de se tornar a melhor aplicação desse tipo. Veja só!

Além do fato de ser Código Aberto, o Syncany criptografa os dados na sua máquina para que fiquem seguros. Akém disso, o Syncany é extensível através de plugins, portanto, será fácil adicionar novos protocolos. O Syncany suporta, atualmente, FTP, Box.net, Amazon S3, Google Storage, IMAP (por exemplo: é possível utilizar o Gmail ou outro serviço que ofereça IMAP para sincronizar seus arquivos), Local, Picasa e Rackspace Cloud Files. O Windows Share e outros protocolos serão incluídos no futuro.

Posted in Aplicativos, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dropbox, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, OpenSUSE, Puppy Linux, Red Hat, Satux, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Linux 20 anos – Vídeo conta a história

Posted by Paulo em 12/04/2011

 

Posted in Apendendo Linux, Big Linux, CentOS, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Filmes, Google Android, Google Chrome OS, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Kurumin, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Moblin, OpenBSD, OpenSUSE, OpenSUSE, Puppy Linux, Red Hat, Satux, Scientific Linux, SK1, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Sistema Operacional Linux completa 20 anos

Posted by Paulo em 10/04/2011

Posted abril 7th, 2011 by luizheli at http://www.broffice.org/sistema_operacional_linux_completa_20_anos in

Linus Torvalds, creator of the Linux kernel.

Linus Torvalds - Image via Wikipedia

Há vinte anos, Linus Torvalds fez um corajosa decisão de compartilhar seu sistema operacional com o mundo. Não muito tempo depois ele resolveu disponibilizar o Linux sob a licença GPL (General Public Licence). A partir disso, o mundo da computação nunca mais foi o mesmo.

O Linux é o maior projeto de desenvolvimento colaborativo da história da computação, o que significa que o 20ª aniversário do Linux é uma oportunidade para a comunidade celebrar essa grande história de sucesso e de quebra ajudar a definir os próximos 20 anos.

Hoje em dia, o Linux está literalmente em todos os lugares: no celular, na tevê, no seu desktop, no cinema, no seu carro, e em muitos outros lugares.

Continue lendo »

Posted in Apendendo Linux, Aplicativos, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, DSL, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Kurumin, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, Moblin, Netbook Remix, OpenSUSE, Puppy Linux, Red Hat, Satux, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu - Guia do Iniciante, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Lançada edição #24 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 02/04/2011

Com algumas horas de atraso, mas garantindo a liderança, aí está edição n. 24 da Revista Espírito Livre. São 99 páginas de muita informação, graças aos senhores e aos tantos que de alguma forma contribuem. Meu muito obrigado.

Abaixo reproduzo trecho do editorial.

Aqueles que quiserem (e puderem) publicar o anúncio do lançamento em seus blogs e sites/planetas/listas, queiram por gentileza solicitar que o leitor se dirija ao site oficial da revista ou ainda através deste link curto, pra facilitar:

Lançada edição n. 24 da Revista Espírito Livre: http://va.mu/BTQ

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, ODF, OpenSUSE, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

A Revolução não será Licenciada

Posted by Paulo em 08/03/2011

Artigo original em inglês disponível em http://torrentfreak.com/the-revolution-will-not-be-properly-licensed-110304/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+Torrentfreak+(Torrentfreak)

The Pirate Bay logo

Image via Wikipedia

Está em todo lugar. Grandes empresas tentando obter o controle de nossas ferramentas de comunicação, alegando preocupações com com direitos autorais. Com frequência, elas têm a ajuda de políticos pouco amigáveis, que aspiram pelo mesmo tipo de controle, alegando preocupações com o terrorismo ou alguma outra palavra MaCarthista da moda, que evoque o medo. Deveríamos observar isso pela perspectiva das revoltas que ocorrem, neste momento, no mundo árabe.

Temos, hoje, a SonyBMG obtendo controle a nível de administrador de milhões de computadores de seus clientes para evitar a simples cópia de música. Autoridades européias obrigando facilidades de escuta telefônica em todos os equipamentos de telecomunicações. Fabricantes de veículos instalando chaves de destruição remota. A Microsoft incorporando o mesmo tipo de chaves de destruição em seus softwares, assim como a Apple e a Google fazendo o mesmo em nossos telefones. A Intel incorporando as mesmas chaves de destruição nos processadores. A Amazon apagando livros de nossas bibliotecas virtuais.

Continue lendo »

Posted in Aplicativos, Apple, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, História, iniciante em Linux, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Modem 3G, Mozilla Firefox, Netbooks, OASIS, ODF, OpenSUSE, pasl.net.br, Revista BrOffice.org, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu Linux, Uncategorized, Wikileaks | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Lançada edição n. 23 da Revista Espírito Livre!

Posted by Paulo em 01/03/2011

Quase que não consigo, mas aí está a Revista Espírito Livre – Ed. #023 – de Fevereiro de 2011.

Aqueles que quiserem contribuir divulgando em seus blogs recomendo o solicitarem aos internautas que visitem o site oficial da revista para efetuar o download. De qualquer forma também tem um link curto: http://va.mu/AOY

Revista Espírito Livre - Ed. #023 - Fevereiro 2011

Faça o download

Revista Espírito Livre - Ed. n #023 - Fevereiro 2011

Continue lendo »

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Google Android, História, iniciante em Linux, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, ODF, OpenSUSE, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Ensine seus amigos a encontrar informações

Posted by Paulo em 23/02/2011

Hoje, um amigo me chamou no Gtalk, injuriado porque um colega de trabalho dele o estava pedindo para ensinar como instalar uma impressora no Linux. O referido colega, inclusive, já havia feito um curso de Linux, mas aparentemente se encontrava em sua “zona de conforto”.

Afinal, o importante não é saber como fazer, mas ter os contatos de quem sabe fazer, não é mesmo?

Por fim, depois de tanto insistir, ele conseguiu a resposta que queria do meu amigo:

http://lmgtfy.com/?q=compartilhar+impressora+no+linux

Eu não conhecia a página “Let me Google that for you” ou, em português, “Deixe-me usar o Google para você”, mas achei h-i-l-á-r-i-a. Vai ter muita utilidade para mim.

Se quiser experimentar, basta você entrar na página principal:

http://lmgtfy.com/

Digitar a chave de busca e clicar em “Pesquisa Google”. O site cria um pequeno video, cujo link fica disponível no campo “Compartilhe o link abaixo”, mostrando o que você fez, e caindo direto na página com as respostas do Google.

Agora você pode enviar o link com todas as respostas possíveis para a dúvida de seu amigo.

Ideal para pessoas com uma certa tendência à ironia e ao sarcasmo, como eu. =D

 

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Firefox, Go-OO, Humor, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, Jolicloud, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, Mozilla Firefox, Netscape, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Lançada edição n.22 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 01/02/2011

Revista Espírito Livre – Ed. #022 – Janeiro 2011

Revista Espírito Livre - Ed. n #022 - Janeiro 2011
Revista Espírito Livre - Ed. n #022 - Janeiro 2011

E 2011 chega e com ele, um turbilhão de coisas para fazer. Mês de janeiro, então, é típico e comum em todos os anos: um mês que para alguns é férias, e para outros é o oposto, afinal alguém tem que cuidar das tarefas enquanto outros se divertem em suas férias. É mês de estudo, onde muitos se reservam para estudar, se reciclar, se aperfeiçoar, já que durante o ano, isso quase sempre é impossível para certas pessoas. Janeiro também é um ano que, para tantos outros, se programar, se agendar. Mês de promessas, de dietas, um mês que serve para analisarmos os pontos positivos do ano que passou e fazer novos planos, mesmo que não dê tempo para fazer tudo. Para nós, da Revista Espírito Livre, também não seria diferente. Aguardem que coisa boa está por vir…

A edição de janeiro da Revista Espírito Livre apresenta ao leitor, um tema bastante recorrente em sites especializados e que alguns simplesmente tentam ignorar: Software Livre nas empresas. O software livre já é uma realidade em grande parte das empresas, e aquelas que, dizem não usar, muito provavelmente acabam usando, seja na hospedagem de seu site, seja no framework utilizado para criar uma solução web, seja para navegar, já que a própria Internet tem como pilares, softwares de código-aberto. Neste contexto, fomos conversar com Arvind G. S., um indiano, responsável pelo Projeto Fedena, uma suite para gestão escolar.

Além disso, a edição apresenta várias outros artigos que ajudam a compor o tema do mês. Albino Biasutti apresenta um pequeno case de sucesso de implantação de software livre em uma empresa hospitalar, Estefânio Luiz Almeira fala sobre o MySQL e como ele pode ser uma boa solução empresarial, no que diz respeito a Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados. Evaldo Júnior, que andava sumido, mas que retoma suas contribuições junto a revista, fala sobre um case de implantação de software livre em uma micro empresa. Gilberto Sudré, deixa claro em seu artigo, que o software livre já está maduro para o mercado.

A edição ainda leva o leitor a conhecer um pouco mais sobre as vantagens do software livre no desktop, apresentadas por Marcelo Menezes. Walter Capanema aborta um tema polêmico sobre o WikiLeaks e o direito a informação.

Esta edição ainda traz um fascículo especial, que se encontra ao final da revista. Na verdade, este fascículo trata-se de uma republicação dos “Cadernos da Liberdade”, de autoria de Djalma Valois Filho, um grande parceiro da comunidade de software livre no Brasil. Os quadrinhos datam de 2004, mas ainda continuam bastante atuais, como os leitores poderão comprovar.

Assim, como em outros meses, a edição de número 22 está repleta de material interessante e que atende a uma demanda bem diversificada de leitores.

Aproveito para agradecer a todos os colaboradores e envolvidos na produção desta e de outras edições. A publicação é um esforço conjunto e que só se concretiza com a participação de uma equipe empenhada em levar ao leitor um material de qualidade.

E para os leitores da Revista Espírito Livre, o nosso muito obrigado por nos acompanhar. E que venha 2011.

 

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, Jolicloud, LibreOffice, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, pasl.net.br, revista espírito livre, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

No futuro, Ubuntu terá atualizações de versão diariamente, diz Shuttleworth

Posted by Paulo em 24/11/2010

Tradução do original em Inglês disponível em: http://www.theregister.co.uk/2010/11/23/darily_ubuntu_updates/

Meerkats Saltitantes! Ubuntu terá downloads de atualizações diárias?

Por Gavin Clarke in San Francisco, Publicado em 23 de Novembro de 2010 às 20:26 GMT

O Ubuntu está se afastando do seu ciclo, estabelecido em seis meses, e  potencialmente indo para um futuro onde as atualizações de software serão diárias. O fundador do Ubuntu, Mark Shuttleworth, disse recentemente à imprensa que uma mudança em direção a atualizações diárias ajudaria a popular distribuição de Linux a manter o ritmo com um software cada vez mais complexo, e o ecossistema da plataforma Ubuntu irá para mais dispositivos e se sincronizará com o Android e iPhones. A Central de Programas – com quase um ano de idade – está liderando essas mudanças, e Shuttleworth prometeu que isso “continuará, e de maneira mais rápida do que as pessoas poderiam prever no passado.”

“Hoje, temos um ciclo de versões de seis meses,” disse Shuttleworth. “Em um mundo orientado pela Internet, precisamos ser capazes de liberar algo todos os dias.”

“É uma área onde colocaremos muito do nosso trabalho nos próximos cinco anos. Os pequenos passos que colocamos dentro da Central de Programas hoje, irão além e de maneira mais profunda do que as pessoas previram no passado.”

O Ubuntu tem um sólido ciclo de versões de seis meses desde o Edgy Eft, versão 6.10, de Outubro de 2006, que abriu o caminho para o Feisty Fawn, 7.04, no ano seguinte. Não é só o Ubuntu que é atualizado a cada seis meses, mas também os módulos e o código em outras áreas do mundo do código aberto que fazem parte do Ubuntu. Uma nova versão do Ubuntu terá, digamos, a última versão do Firefox e do OpenOffice incluídas, ou novos pacotes que colocam o Ubuntu em uma direção diferente, como quando o Ubuntu 10.10 trocou o editor de fotos F-Shot pelo Shotwell.

Parece que Shuttleworth está falando de um futuro onde as atualizações do código da Canonical no Ubuntu, outras características do Ubuntu e os programas que você comprou ou baixou da Internet de graça, serão atualizados em suas versões assim que estejam disponíveis, ao invés de esperar pela liberação semestral.

Atualizações também serão feitas em novos dispositivos uma vez que o Ubuntu seja instalados por outras empresas, como netbooks ou em sistemas automotivos, e os fabricantes desses sistemas liberem um código novo. A questão principal será o quanto o Ubuntu será largamente adotado em outros dispositivos além dos tradicionais laptop e desktop, de acordo com Shuttleworth.

A Central de Programas foi introduzida há apenas um ano no Ubuntu 9.10 como um gerenciador de pacotes gráfico com o objetivo de ser mais simples e fácil de usar para os novatos em Linux do que as ferramentas até então existentes no GNOME. A Central de Programas deu um passo bem na direção da visão de Shuttleworth para o Ubuntu 10.10 no mês passado, quando incluiu a capacidade de comprar software proprietário para seu Ubuntu, através de servidores na rede. ®

Tradução do original em Inglês disponível em http://ostatic.com/blog/ubuntu-to-become-a-rolling-release

Ubuntu Terá Atualizações Diárias

por Susan Linton – 23 de Novembro de 2010

Mark Shuttleworth disse, recentemente, a jornalistas que o Ubuntu mudará sua agenda de atualizações de seis meses para atualizações diárias. Um passo dessa natureza ajudará o Ubuntu a se manter em dia com as rápidas mudanças, com um software cada vez mais complexo e com outras opções de hardware. Isso é especialmente verdadeiro, uma vez que o Ubuntu pode ser encontrado e cada vez mais dispositivos móveis, como smartphones. Shuttleworth disse que mais serviços e software estarão disponíveis e estarão conectados com a Central de Programas do Ubuntu que terá um crescimento rápido nos próximos anos. Ele explicou que, “Em um mundo orientado pela Internet, precisamos ser capazes de liberar algo todos os dias.” A principal vantagem do Ubuntu seria a possibilidade de manter o entusiasmo das pessoas em alta durante o que se considera como ciclos de desenvolvimento, quando os maiores Websites e publicações se concentram em outras distribuições e outros assuntos. Para os usuários, uma espera menor por atualizações de aplicações, importantes ou não, assim como a oportunidade de acabar com o ciclo reinstalações a cada seis meses ou o risco de um ciclo de atualização. Mais importante, fabricantes de sistemas embarcados que utilizam o Ubuntu poderão atualizar seus sistemas regularmente e isso ajudará a Canonical a atender a esses serviços.

Uma mudança dessa natureza seria, essencialmente, uma alteraria toda a filosofia e os procedimentos à medida que o Ubuntu comece a ter atualizações constantes. Isso significa um pouco mais de trabalho para os desenvolvedores, que precisam ter certeza de que os pacotes estejam prontos para os usuários com mais frequência. Além disso, o Ubuntu ainda teria de liberar ISOs atualizadas periodicamente, para aqueles que precisam de uma instalação nova do zero.

Mas, pesando os prós e os contras, isso significa mais valor para os usuários e parceiros do Ubuntu.

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Firefox, Hardware, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Jolicloud, Mozilla Firefox, Netbook Remix, Netbooks, OpenOffice.org, Smartphones, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Leave a Comment »

O maior obstáculo na adoção do FOSS e do GNU/Linux

Posted by Paulo em 20/11/2010

Esse post não é meu. É de um blogueiro indiano chamado Narendra Sisodiya http://blog.narendrasisodiya.com/. O post abaixo retrata as dificuldades de várias entidades e de muitos usuários comuns quando tentam migrar para o GNU/Linux e o FOSS, e mostra algumas das iniciativas indianas para promover a sua adoção.

Tradução do original disponível em http://blog.narendrasisodiya.com/2010/11/biggest-hurdle-in-fossgnulinux.html

The biggest hurdle in FOSS/GNU/Linux adaptation

Deixem-me falar sobre a maior dificuldade na adoção do Software Livre.
Esse obstáculo são os “Drivers Proprietários de Hardware“.
Na Índia recenttemente aprovamos uma “Política de Padrões Abertos”. É uma grande vitória para as comunidades de  Software Livre e nossos líderes.
Da mesma forma, precisamos de uma política de venda de Hardware. Essa política deve especificar que “Qualquer hardware que o governo compre deve ter uma especificação de drivers aberta.”

Por que isso é importante ?

Deixem-me explicar através de um exemplo.
Uma escola da minha cidade comprou um hardware a um ano atrás. Na época da compra, eles não conheciam o Linux. Agora, mesmo que queiram migrar para o Linux, ele precisam contratar uma consultoria para isso. Isso porque muitos dos dispositivos de hardware têm uma certa dificuldade de funcionar com o GNU?Linux, isso porque o GNU/Linux não possui os drivers proprietários desses dispositivos. Por exemplo, algumas webcams não funcionam no GNU/Linux, ou a maioria dos lousas interativas, que são uma tendência nas escolas, etc.

Estimados defensores do Software Livre, vocês precisam se lembrar que vocês podem visitar uma escola, ou universidade, e tentar instalar o GNU/Linux, MAS, vocês não podem alterar o hardware de um sistema. Temos de ter uma política clara que especifique que diga: “todo dispositivo deve ter uma especificação ou drivers disponíveis para todos os sistemas operacionais do mercado”.

Precisamos seriamente criar uma lista negra de drivers proprietários e de hardware e impedir sua comercialização.
Hardware proprietário é um monopólio tão perigoso quanto, ou mais do que o software proprietário.Aqui está uma lista das coisas perigosas e antiéticas:

Patentes de software       (O maior perigo)
Drivers e Hardware proprietário
Padrões proprietários
Software proprietário      (o menor perigo dessa lista)

O motivo de pelo qual dei uma classificação de perigo menor para o software proprietário é porque é fácil obter uma equivalente (por exemplo, um software livre). Por exemplo, o Firefox e o Chrome podem substituir o IE, porque ambos funcionam com o HTML.
Mas é complicado conseguir uma adaptação equivalente de um padrão proprietário largamente adotado. Por exemplo, doc x odt.
De maneira parecida, será difícil difundir o GNU/Linux por toda a Índia por causa do perfil de hardware e dos hardwares e dos seus drivers proprietários.

Por – Narendra Sisodiya

Isso me faz lembrar nossas dificuldades discutidas infinitamente nos fórums e listas de discução do SL em nosso país. Nossa dificuldade não é só nossa. Nossa dificuldade não é “proprietária”.

Posted in Aplicativos, Apple, Asus, Big Linux, BrOffice, CentOS, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, DSL, EeePC, Fedora, Firefox, Firefox, FreeBSD, Games, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, iPad, Jolicloud, Kubuntu, Kurumin, Legislação, LibreOffice.org, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mini 10, Mini 9, Mini PC, Moblin, Modem 3G, Mozilla Firefox, Multifuncionais, Netbook Remix, Netbooks, Netscape, OASIS, ODF, OpenBSD, OpenOffice.org, OpenPC, OpenSUSE, OpenSUSE, pasl.net.br, Política, Puppy Linux, Receptor de TV Digital AOC, Red Hat, Satux, Scientific Linux, SK1, Slackware, Slackware, Smartbooks, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu Linux, Webcam, Wireless | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Usar Windows está cada dia mais perigoso

Posted by Paulo em 11/11/2010

Existe uma situação interessante acontecendo no mundo, hoje em dia, em particular, no Brasil: o acesso à informação, à Internet está, cada dia, mais popularizado. As vendas de PCs para as classes C e D aumentam todos os anos (http://www.opovo.com.br/www/opovo/economia/894675.html). A inclusão digital está atingindo grandes parcelas da população.

O lado oculto dessa moeda é que os crimes digitais também aumentaram, mas de maneira desproporcional (http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2010/11/10/brasil-e-3-o-em-hospedagem-de-sites-com-malware-criminoso-diz-websense/). A matéria traz duas informações alarmantes: em um ano, o número de sites maliciosos mais que dobraram e, hoje, sites com algum tipo de código malicioso representam 20% dos sites da internet. Isso significa que você tem uma chance em cinco de entrar num site que coloque um vírus na sua máquina, sem que você saiba.

Existe um ciclo vicioso nessa história. Vejamos como explicar isso de maneira bem didática:

Continue lendo »

Posted in Apendendo Linux, Aplicativos, Apple, Big Linux, BrOffice, CentOS, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dropbox, DSL, Fedora, Firefox, Firefox, FreeBSD, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, História, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Kurumin, Legislação, LibreOffice.org, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mini 10, Mini 9, Mini PC, Moblin, Modem 3G, Mozilla Firefox, Netbook Remix, Netbooks, Netscape, ODF, OpenBSD, OpenOffice.org, OpenPC, OpenSUSE, OpenSUSE, pasl.net.br, Política, Puppy Linux, Red Hat, Revista BrOffice.org, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Satux, Scientific Linux, SK1, Slackware, Slackware, Smartbooks, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu - Guia do Iniciante, Ubuntu Linux, Virus, Webcam, Wireless | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Sobre as licenças OEM e os PC’s usados

Posted by Paulo em 20/10/2010

Artigo original em espanhol disponível em: http://fraterneo.blogspot.com/2010/10/sobre-las-licencias-oem-y-las-pcs.html

Hoje em dia é normal que a maioria das pessoas adquira computadores usados. Lamentavelmente, eles vêm com Windows pré-instalado. Muitas lojas vendem esses computadores sem o sistema instalado e sem a etiqueta de autenticidade do Windows (Em outras palavras: Sem a licença ou “chave”).

Evidentemente, por ignorância, as pessoas as compram e procuram seu “técnico em informática” para que ele instale o Windows e todo o resto das aplicações, sem licença, como de costume.

Essa ignorância das licenças que vêm nos sistemas pré-instalados em computadores como Dell, Compaq, etc., pode acarretar problemas legais, quando se trata de uma empresa, e também para usuários domésticos. De fato, esta é uma das coisas que se deve exigir das lojas que vendem computadores usados, porque isso é ilegal. Vejam o que diz a Microsoft a respeito dessas licenças:

Uma vez que uma licença de software OEM tenha sido instalada em um PC, não se pode instalá-la em outro PC ou transferi-la. Em poucas palavras, o software OEM está “casado” com o computador original no qual foi instalado. O contrato de licença de usuário final, que é um contrato entre o fabricante do computador e o usuário final, declara que a licença OEM System Builder não pode ser transferida da máquina original para outro PC. O fabricante (ou integrador de sistemas) está obrigado a oferecer suporte técnico para a licença do Windows. O fabricante não pode dar suporte a uma licença que tenha sido transferida de um PC de sua fabricação para outro de outro fabricante; esta é uma das principais razões do porque das licenças OEM System Builder não poderem ser transferidas. O que, sim, se pode fazer é transferir o computador completo para outro usuário final, junto com os direitos de licenciamento do software. Ao fazê-lo, deve-se incluir os suportes físicos do software, os manuais (se os tiver) e a etiqueta do Certificado de Autenticidade (COA). Também é recomendável incluir a nota fiscal ou a fatura da compra original. O usuário original não pode conservar cópias do software.

Além disso, olhem o conceito que ele têm a respeito dos computadores usados:

Um PC usado é um computador que sofreu poucas ou nenhuma mudança no hardware. A licença do software OEM instalado em um PC usado não pode ser transferida para um PC novo ou diferente. O que se pode fazer é transferir a outro usuário o PC inteiro, incluindo os suportes físicos do software, os manuais e o Certificado de Autenticidade, junto com os direitos da licença do software.

Conclusão: Não importa o preço, as lojas de equipamentos usados são obrigadas a entregar, com cada computador usado, as licenças OEM do sistema instalado e sua etiqueta de autenticidade.

Nota do tradutor: Se você quer ter um sistema usado e legalizado, você tem três opções: 1 – exija do vendedor uma descrição detalhada do que está comprando e dos valores na nota fiscal de compra. Isso inclui sistema operacional, softwares adicionais como anti-vírus, programas de escritório, etc., incluindo a versão (Microsoft Windows XP SP3 Starter edition, ou Microsoft Office 2003 Standard, por exemplo). 2 – Compre o que precisa nas lojas especializadas (o que, com toda certeza vai custar muito mais do que o valor pago pelo PC usado). 3 – Use software livre, como Linux, LibreOffice, etc. Você não pagará nada de licença, terá uma máquina totalmente funcional e a prova de vírus.

Posted in Aplicativos, BrOffice, Debian Linux, Fedora, Firefox, Google Android, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, LibreOffice.org, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, Microsoft, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Linux: Desbancando o mito do 1%

Posted by Paulo em 27/09/2010

Interessante artigo de Caitlyn Martin, publicada na O’Reilly, em 7 de Setembro.

Artigo original em Inglês em: http://broadcast.oreilly.com/2010/09/debunking-the-1-myth.html

Desbancando o mito do 1%
Por Caitlyn Martin, 7 de Setembro de 2010

“Nada é tão absurdo. Se você repetir com a frequência suficiente, as pessoas acreditarão.” –William James

Parece que, quase todos os dias, alguém na imprensa, ou num fórum de tecnologia, alega que a adoção do Linux em Desktops (incluindo laptops) é insignificante. O número apregoado fica em torno de 1%. Essas alegações são também repetidas por pessoas que defendem o uso do Linux. Ambas as ideias, de que a fatia de mercado do Linux nos desktops seja insignificante, e a figura do 1% são simplesmente falsas, e têm sido já há vários anos.

A fatia de mercado do Linux não é pequena. O Linux e o UNIX possuem a maior parte do mercado de servidores por mais de uma década. O Linux é muito competitivo embarcado em dispositivos. E também está fazendo um grande estardalhaço no mercado de desktops corporativos e residenciais, o que inclui laptops, notebooks e netbooks.

Continue lendo »

Posted in Aplicativos, Apple, Big Linux, CentOS, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, DSL, Fedora, Firefox, Firefox, FreeBSD, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Kurumin, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mini 10, Mini 9, Moblin, Mozilla Firefox, Netbook Remix, Netbooks, Netscape, OpenBSD, OpenPC, OpenSUSE, OpenSUSE, Puppy Linux, Red Hat, Satux, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Smartbooks, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Vírus no Linux? Vida curta e difícil

Posted by Paulo em 26/09/2010

Um ótimo artigo do professor de ciências de computação da Universidade de Brasília (UnB), traduzido do original em inglês de Ray Yargin, em 2006, mas ainda muito atual, mostrando por que as opiniões gerais a respeito dos motivos pelos quais sistemas Linux não são infectados por vírus (em geral se ouve dizer que é porque o sistema não é muito utilizado e, por isso, não é visado pelos crackers) são, no mínimo, balelas.

Esse é um artigo que mostra tecnicamente, mas com uma linguagem acessível aos mais leigos, as verdades e mentiras sobre o assunto. Vale a pena ler.

O artigo original está em http://www.cic.unb.br/docentes/pedro/sd.php

Vírus no Linux? Vida curta e difícil

Derivado para o Português por Pedro A. D. Rezende do artigo publicado em Librenix por Ray Yargin, Agosto de 2006
Por que é que vírus de Linux não é mais do que um assunto para rodas de ciberpapo?  Por que é que os vírus para Linux não nos afetam do jeito que os vírus para produtos Microsoft afetam, a usuários do Windows em particular, e aos cibernautas em geral?
Existem várias razões porque o assunto vírus-de-Linux é abobrinha. Quase todas elas já familiares para quem usa o kernel, quase todas elas ainda desprezadas por quem gosta de ser enganado (tagarelando abobrinhas tipo “é menos atacado porque é menos usado”). Mas há uma razão, muito importante, que estudiosos da evolução biológica podem apreciar. Antes, porém, devemos saber porque o Linux não dá mole para vírus.

Posted in Apendendo Linux, Aplicativos, Big Linux, CentOS, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, DSL, Fedora, FreeBSD, Google Android, Google Chrome OS, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Kurumin, Linux Acessível, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Moblin, Netbook Remix, OpenBSD, OpenSUSE, Puppy Linux, Red Hat, Satux, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Porque a Microsoft erra ao continuar criticando o uso do software Open Source?

Posted by Paulo em 16/09/2010

Artigo original em: http://bsrsoft.com.br/portal/bsrsoft/bsrsoft-dev-editorial-porque-a-microsoft-erra-ao-continuar-criticando-o-uso-do-software-open-source/

Nesta terça-feira, 14 de setembro de 2010, o presidente da Microsoft para América Latina, Hernán Rincón, criticou a decisão de alguns governos da região, incluindo, e especialmente o Brasil, de incentivar – ou mesmo obrigar – a adoção de software livre em seus serviços públicos e sistemas educacionais.

Comentou: “Com todo respeito ao Brasil, mas qual deveria ser o papel do governo? Desenvolver software ou melhorar a vida da pessoas?”

Cometeu diversos enganos, aparentemente de forma intencional, haja visto que trata-se do principal executivo da Microsoft na região que de forma previsível defende o modelo de negócio desta, o software fechado.

Cometeu engano quando vinculou o uso de software livre pelo governo brasileiro à uma hipotética necessidade de desenvolvimento interno de software.

Esqueceu-se de maneira proposital, que software livre, pronto, está disponível livremente por ai. Na maior parte dos casos, nenhum desenvolvimento adicional é necessário.

Muito do que é feito simplesmente, é se escolher o software necessário (livre) e se não houver pessoal interno do serviço público habilitado à instalá-lo e mantê-lo, contrata-se uma empresa especializada para fornecer o devido suporte. Só que neste caso, não entra a Microsoft já que até hoje esta não fornece suporte à software livre.

E apesar de tudo isso, desenvolvimento de software ainda é uma tarefa corriqueira em todos os governos do mundo. Por que isso haveria de ser uma aberração aqui no Brasil?

O governo brasileiro prefere e muitas vezes obriga a apresentação de software livre em suas licitações por diversos motivos, destacando-se:

  • Muitas empresas brasileiras podem prover suporte e desenvolvimento sob software livre, criando empregos, capacitando mão-de-obra em tecnologias de ponta e criando tecnologia de ponta;
  • Possibilidade de auditoria imparcial e total sobre o que setores estratégicos do governo estão rodando em seus computadores, impossibilitando espionagem via back-doors nos programas, por exemplo;
  • Independência tecnológica e independência de fornecedor;
  • Garantia de interoperabilidade entre sistemas diferentes que usem protocolos abertos;

São ótimos motivos para qualquer governo no mundo preferir software aberto e livre.

A NSA (Agência Nacional de Segurança dos EUA especializada em espionagem eletrônica) roda Linux nas estações de trabalho internas, para que tenham acesso ao código de todo programa que usam.

O DoD (Departamento de Defesa dos EUA) segue linha parecida.

O governo da França também e pelos mesmos motivos do Brasil.

Aparentemente a Microsoft vem atacando a iniciativa brasileira pró open source, pois o Brasil perfaz 45% do faturamento deles na América Latina, sendo esta a região com a melhor curva de lucratividade para a empresa atualmente.

Estão defendendo a galinha dos ovos de ouro. às custas de espalhamento de desinformação e medo.

E justo nesses dias em que a Microsoft vem ventilando para todo mundo ouvir, que coexiste bem com o software livre e que até “ama o software livre”.

Palavras ao vento não valem nada. O que funciona de verdade, são ações concretas.

————————————————————————————————————————————–

Matéria sobre o assunto: http://idgnow.uol.com.br/mercado/2010/09/14/executivo-da-microsoft-critica-posicao-brasileira-sobre-software-livre/

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Firefox, Google Android, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mozilla Firefox, ODF, OpenOffice.org, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Dropbox: Coisas legais que dá pra fazer com ele.

Posted by Paulo em 13/09/2010

Dropbox

Apesar do Ubuntu ter uma ferramenta de drive virtual, o Ubuntu One, a crítica mais contundente que se faz a ela é: só funciona no Ubuntu 9.04 ou superior. Isso é um incômodo para quem trabalha em equipes multiplataforma e quer compartilhar arquivos com pessoas que usam outras distribuições Linux, MacOS e Ms Windows. Uma opção mais flexível é o Dropbox (http://www.dropbox.com), um sistema de drive virtual livre e com uma opção de gratuidade muito boa.

O que é?

Trata-se de um serviço que oferece um espaço em servidores na Internet para que você possa guardar, sincronizar e compartilhar arquivos. Primeiro você se cadastra no site http://www.dropbox.com, depois instala um pequeno aplicativo que sincronizará uma pasta em seu computador com o servidor na Internet. Tudo o que for colocado nessa pasta será automaticamente copiado para seu espaço na internet. O serviço oferece espaço gratuito de 2 GiBi e, se você indicar pessoas, para cada uma que se cadastrar você ganha um espaço extra de 250 MiBi, até o limite de 8 GiBi.

O básico

O básico que o Dropbox pode fazer é backup. Se você tiver um problema no seu HD e perder seus arquivos, eles estarão seguros na Internet. Simplesmente resolva o problema da máquina sem se preocupar com backups de seus arquivos pessoais. Mas tem mais:

Coisas legais que dá pra fazer

A revista Info Exame de Agosto sugeriu algumas aplicações interessantes que, na verdade, constam das aplicações disponíveis no Wiki do Dropbox:  http://wiki.dropbox.com/TipsAndTricks. Das mais simples, às mais geniais:

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Dropbox, Fedora, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , | Leave a Comment »

PASL.NET.BR – Páginas Amarelas do Software Livre

Posted by Paulo em 10/09/2010

O Páginas Amarelas do Software Livre – PASL.NET.BR – é uma iniciativa sem fins lucrativos que pretende promover a disseminação do Software Livre através da divulgação dos vários canais de ajuda e suporte atualmente disponíveis.

O portal disponibilizará seus serviços gratuitamente tanto para quem busca ajuda, quanto para quem a oferece. O objetivo não é, oferecer os serviços de suporte em si, mas indicar onde eles podem ser encontrados. Estão disponíveis serviços pagos e gratuitos, sendo de responsabilidade de cada anunciante os critérios para a prestação de seus serviços.

O portal é voltado exclusivamente para software livre e assuntos relacionados a inclusão digital. Nele você não encontrará ajuda para problemas com softwares proprietários, embora vários de nossos anunciantes possam, também, prestar esses serviços a esse tipo de plataforma. Entretanto, existem muitos softwares livres que rodam em plataformas proprietárias. Para esses, você também encontrará suporte aqui.

O principal canal de suporte oferecido é o de classificados, onde você poderá encontrar um profissional capacitado para prestar ajuda próximo à sua localidade. O portal também oferece um canal IRC no Freenode, o #pasl.net.br, que pode ser acessado pelo seu programa de mensagens preferido, ou pelo link “CHAT ONLINE”. A equipe está trabalhando para oferecer acesso a outros tipos de suporte, como links para os suportes oficiais dos softwares mais requisitados, download de apostilas, livros e material de referência.

Se você gostou da iniciativa e quer ajudar, há várias formas:

– Cadastre-se no portal e ofereça seus serviços;
– Permaneça conectado no chat e responda às duvidas dos usuários;
– Ajude no desenvolvimento e manutenção do portal;
– Divulgue a iniciativa aos seus contatos, amigos e conhecidos;
– Faça uma doação ao projeto.

A equipe do PASL.NET.BR agradece a sua colaboração.

Visite já: http://www.pasl.net.br

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Filmes, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Linuxacessível.org, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, Modem 3G, Multifuncionais, Netbooks, ODF, OpenPC, OpenSUSE, pasl.net.br, Revista BrOffice.org, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Smartbooks, Smartphones, Software, Software Livre, Tablet PC, Ubuntu - Guia do Iniciante, Ubuntu Linux, Unicamp Rau-tu, Webcam, Wireless | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

O que tornam essas 10 distribuições Linux tão populares? – Computação Corporativa – IDG Now!

Posted by Paulo em 07/09/2010

O que tornam essas 10 distribuições Linux tão populares? – Computação Corporativa – IDG Now!.

Ubuntu, Fedora, Linux Mint, OpenSUSE, PCLinuxOS, Debian, Mandriva, Sabayon/Gentoo, Arch Linux/Slackware, Puppy Linux/DSL.

Não importa qual sua máquina ou seu nível de conhecimento em informática. Sempre há um Linux que se encaixa às suas necessidades.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, DSL, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, OpenSUSE, OpenSUSE, Puppy Linux, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

DLL Hijacking também afeta algumas distribuições Linux

Posted by Paulo em 30/08/2010

Artigo original em: http://www.dicas-l.com.br/arquivo/dll_hijacking_tambem_afeta_algumas_linux_distros.php

Colaboração: Alexandro Silva

Data de Publicação: 30 de agosto de 2010

Durante esta semana vimos o”caos” reinando no império do tio Bill. Devido a falhas em DLLs no sistema da Microsoft foram encontradas cerca de 30 vulnerabilidades em seus produtos.

HDMoore e sua trupe imediatamente atualizou o svn do Metasploit com o exploit para explorar está vulnerabilidade. Só que no estilo “Nóis morde, mas nóis também assopra” foi criado uma ferramenta de auditoria, assim usuários do sistema de Redmond podem auditar seus sistemas em busca de falhas. O site Exploitdb também disponibilizou dezenas de exploits para explorar estas falhas, usem com muita cautela.

Porém foi descoberto que algumas distribuições Linux possuem uma vulnerabilidade similar, a falha deu inicio através de um patch do Debian ano passado. Distribuições como Ubuntu e Fedora também estão vulneráveis de acordo com as discussões iniciadas pelo pesquisador em segurança Tim Brown.

Segundo Brown, a falha foi introduzida num patch do Debian lançado em março de 2009.

Na lista de discursão Full-Disclosure um usuário informou que conseguiu reproduzir a falha no Apache CoucheDB rondando no Ubuntu 10.04 e o time de segurança do Fedora informou que o sistema realmente encontra-se vulnerável.

Porém no Linux este bug não apresenta-se na mesma escala que nos sistemas Windows já que a nele a falha é de arquitetura surgindo desde 2002.

Segundo o boletim MS10-aug lançado 10 de agosto de 2010 a Microsoft informa que já foram criadas as correções para estas falhas e trazem maiores informações juntamente com links para ferramentas de detecção.

Leia mais:

Blog do autor: http://www.alexos.org

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Mandriva, MeeGo, Microsoft, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Linux on Laptops: Um site de referência para a escolha de equipamentos.

Posted by Paulo em 25/08/2010

Escolher um equipamento que seja totalmente compatível com o Linux está cada dia mais fácil, e mesmo que um hardware não seja compatível hoje, a probabilidade dele se tornar em um espaço de tempo de alguns meses é grande. Entretanto, se pudermos direcionar nossas escolhas para aqueles que, comprovadamente são compatíveis, eliminamos uma boa parte da dúvida a respeito do funcionamento de nossas máquinas e podemos partir direto para o desfrute dos novos recursos dela ;-).

Para isso temos sites como o Linux on Laptops (http://www.linux-laptop.net/). Nele, há centenas de depoimentos de pessoas que instalaram as mais variadas distribuições Linux, nos mais diversos modelos de notebooks, laptops e netbooks, e sobreviveram para contar a experiência. O site está dividido em fabricantes, cada fabricante com seus modelos. Qualquer um pode incluir sua experiência, também.

Portanto, antes de comprar seu próximo net ou note, dê uma olhada nas experiências de outros que já os têm e depois decida.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Netbooks, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Smartbooks, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Linux difícil de usar: mito ou verdade? – Computação Corporativa – IDG Now!

Posted by Paulo em 05/08/2010

Linux difícil de usar: mito ou verdade? – Computação Corporativa – IDG Now!.

Por Katherine Noyes, da PC World/EUA
Publicada em 04 de agosto de 2010 às 08h00
Atualizada em 04 de agosto de 2010 às 11h48

Difícil, complicado e incompatível são algumas das acusações que pesam contra o sistema livre.

Não causa surpresa que, na comparação com outros sistemas operacionais, o Linux seja visto como difícil de usar – uma concepção que é rotineiramente explorada pela concorrência, interessada em espantar potenciais novos usuários do sistema.

Quer um exemplo? Numa página publicada recentemente no site inglês da Dell – e que foi retirada em seguida -, a fabricante de PCs sugeriu que o sistema Ubuntu Linux é indicado principalmente para usuários “interessados em programação de código aberto”, que não se importam em “aprender a usar novos programas para e-mail, processamento de texto etc”.

Para o restante – ou seja, quase todo mundo -, a Dell recomenda Windows. Que mais ela poderia fazer para desencorajar a maioria, com exceção dos mais determinados?

Por outro lado, tornou-se claro nas últimas semanas que a Dell está sofrendo de algum tipo de conflito interno quando se trata de Windows. Esta página, afinal, ainda está no site.

Independentemente disso, está na hora de acabar de uma vez por todas com essa noção de que Linux é muito difícil.

Leia a matéria completa em http://idgnow.uol.com.br/computacao_corporativa/2010/08/04/linux-dificil-de-usar-mito-ou-verdade/

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Mandriva, ODF, OpenSUSE, OpenSUSE, Política, Red Hat, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Divulgação de suporte técnico local e regional

Posted by Paulo em 02/08/2010

Recentemente, surgiu uma discussão na lista de discussão do Ubuntu-br (https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-br) a respeito de suporte técnico em pessoa.

Da discussão surgiu a ideia de se criar um local (ou locais) onde pessoas interessadas em oferecer serviços de suporte (gratuito ou pago) em suas regiões, para pessoas que necessitassem. Neste blog, criei uma página para começar a divulgar essas pessoas (https://almalivre.wordpress.com/suporte), já que apenas posso atender a região de Curitiba, mesmo assim de forma limitada. Gostaria de convidar aqueles que estiverem interessados em oferecer suporte (a questão do do caráter comercial ou não fica a cargo de cada um) em suas respectivas regiões.

O conteúdo da página pode ser copiado e replicado para qualquer outro portal/site/blog, de forma que possamos criar uma rede de atendimento nacional com divulgação nacional. A adesão ao grupo é gratuita. Apenas pedimos que nos enviem um e-mail contendo, nome, um mini-currículo citando as comunidades onde atuam e quais tipos de suporte oferece, assim como um e-mail para contato.

Chegamos à conclusão de que a participação ativa em alguma comunidade para respaldar a competência do interessado é fundamental para dar credibilidade ao profissional. Acreditamos que uma inciativa como essa pode ajudar quem precisa encontrar um suporte técnico próximo a sua localização, bem como oferecer divulgação a quem oferece o serviço, incentivando a adoção do software livre pela população em geral.

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Livros e Treinamentos, Mandriva, MeeGo, ODF, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu - Guia do Iniciante, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Os 7 pecados do Windows, ou os pecados do Windows 7

Posted by Paulo em 27/04/2010

Artigo original em http://en.windows7sins.org/

Os pecados do Windows 7: O caso contra a Microsoft e o software proprietário.

A nova versão do sistema operacional da Microsoft, o Windows 7, tem o mesmo problema do Vista, do XP e de todas as versões anteriores — são softwares proprietários. As pessoas não têm permissão para compartilhar ou modificar o Windows, ou examinar seu funcionamento por dentro.

O fato do Windows 7 ser proprietário significa que a Microsoft possui controle legal sobre as pessoas que utilizam o sistema operacional, através de da combinação de direitos de cópia, contratos e patentes. A Microsoft usa esse poder para abusar dos computadores das pessoas. No sítio windows7sins.org, a Fundação do Software Livre (FSF – Free Software Foundation) lista sete exemplos do abuso cometido pela Microsoft.

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Fedora, Filmes, Firefox, Go-OO, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, História, Intel Moblin, Jolicloud, Linux Mint, Mandriva, Microsoft, Netbooks, ODF, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Smartbooks, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Seis mitos sobre segurança do computador e a verdade sobre eles

Posted by Paulo em 23/03/2010

Um excelente artigo publicado ontem na PCWorld e disponível aqui: http://pcworld.uol.com.br/dicas/2010/03/22/seis-mitos-sobre-seguranca-no-computador-e-a-verdade-sobre-eles/

Vou fazer comentários sobre alguns trechos, mas recomendo a leitura completa do artigo.

Continue lendo »

Posted in Big Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, História, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Linux Mint, Mandriva, Microsoft, OpenSUSE, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comments »

Usando o Unetbootin para criar um Pendrive inicializável.

Posted by Paulo em 04/02/2010

Com o advento dos netbooks, mídias removíveis em disco estão cada vez mais raras. Embora seja possível conectar um drive de DVD/CD externamente, a maioria das pessoas não possui esse tipo de recurso. Então, o que fazer quando seu S.O. dá problema? Nos fóruns é comum encontrar as intruções “dê boot com um CD Live”, mas é raro encontrar “dê boot por um pendrive, ou sdcard”.

Se você está no grupo desprovido de mídias em disco, como é o meu caso, seus problemas acabaram. A partir de agora você poderá “bootar pra quebrar” em qualquer máquina que tenha entradas USB e a possibilidade de inicializar o sistema por uma dessas entradas. O programa que vai nos dar a redenção é o Unetbootin, disponível em http://unetbootin.sourceforge.net/, com versões para Windows e Linux.

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, Intel Moblin, Jolicloud, Mandriva, Netbooks, OpenSUSE, Scientific Linux, Slackware, Smartbooks, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 79 Comments »

Alemanha e França pedem que seus cidadãos abandonem o IE

Posted by Paulo em 19/01/2010

O ataque promovido pelo governo chinês a cinquenta empresas norte-americanas está pipocando consequências. Agora a França e a Alemanha estão pedindo a seus cidadãos que substituam o Internet Explorer (em qualquer uma de suas versões) por outro navegador. Como sabemos, quase que só restam alternativas em software livre. O pedido vem pela constatação de que o navegador mais inseguro do mundo causou estragos muito além do que as autoridades esperavam. Segundo a Microsoft, nunca havia sido constatado um ataque tão bem orquestrado como esse. O CEO da empresa, Steve Balmer, tentou amenizar a situação disparando que “somos atacados todos os dias de diversas partas do mundo, eu acredito que o resto do mundo também. Não vemos nada de alarmante nesse fato“, para desespero dos usuários dos produtos da empresa. A declaração demonstra o compromisso da Microsoft com a melhoria na segurança de seus produtos, ou seja, nenhum!

Seja seguro, seja livre, use Linux e software livre.

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, História, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, Mandriva, Microsoft, Mozilla Firefox, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Lançada edição n.9 da Revista Espírito Livre

Posted by Paulo em 17/12/2009

Lançada edição n.9 da Revista Espírito Livre!

POSTED BY ADMIN ON DEZEMBRO – 17 – 2009

Revista Espírito Livre - Ed. #009 - Dezembro 2009

Revista Espírito Livre – Ed. #009 – Dezembro 2009


Revista Espírito Livre - Ed. n #009 - Dezembro 2009

Ah! Dezembro chegou, e com ele a reta final de mais um ano. 2009 vai ficando para trás já deixando um gostinho de quero mais em diversos aspectos. Foi um ano movimentado para várias empresas que atuam no mercado de código aberto. Muitas novidades surgiram, código foram abertos, detalhes revelados, documentações liberadas. O próprio lançamento da Revista Espírito Livre neste ano de 2009 foi, é e será motivo de alegria, para mim e para todos que nos acompanham mês após mês.

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, História, Intel Moblin, Jolicloud, Mandriva, ODF, Política, revista espírito livre, Revista Espírito Livre, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Canal Aprendendo Linux – Youtube

Posted by Paulo em 11/12/2009

YouTube – aprendendolinux’s Channel.

O portal Aprendendo Linux inaugurou seu canal no Youtube com dicas e truques para resolver problemas nesse sistema operacional. Os vídeos são curtos e essencialmente práticos, mostrando passo a passo como fazer certas tarefas corriqueiras. Vale a pena visitar e colocar nos seus favoritos.

http://youtube.com/aprendendolinux/

Posted in Apendendo Linux, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, Games, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Livros e Treinamentos, Mandriva, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Saiba como baixar e instalar Google Chrome OS – Dicas – PC WORLD

Posted by Paulo em 03/12/2009

Saiba como baixar e instalar Google Chrome OS – Dicas – PC WORLD.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Modem 3G, Netbooks, Smartbooks, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Novo sistema operacional para netbooks chega à primeira versão alfa – iG Tecnologia / Notícia – IG

Posted by Paulo em 01/12/2009

screenshot - Jolicloud

Jolicloud tem forte integração com redes sociais e aplicativos da “Web 2.0”

Geek

Por Antonio Blanc

Após meses de silêncio, a Jolicloud (jolicloud.com) começou a divulgar mais detalhes sobre o Jolicloud OS, um sistema operacional baseado em Linux otimizado para netbooks. Assim como o Moblin ou o Ubuntu Netbook Remix, o objetivo do Jolicloud é facilitar as tarefas do dia-a-dia na máquina, através de uma interface gráfica projetada para tirar melhor proveito de telas pequenas e forte integração com a web e redes sociais.

Leia mais: Novo sistema operacional para netbooks chega à primeira versão alfa – iG Tecnologia / Notícia – IG.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Kubuntu, Moblin, Modem 3G, Netbooks, Smartbooks, Software, Ubuntu Linux, Wireless | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Papa vírus de pendrive

Posted by Paulo em 23/11/2009

Se você usa GNU/Linux e está cansado de colocar seus pendrives em máquinas Windows infectadas com vírus, e depois ter de formatá-las constantemente, SEUS PROBLEMAS ACABARAM!!!

Uma ótima dica de Fabiano Caixeta Duarte, postada no site Dicas-L, ensina como fazer para proteger seus pendrivres usando um pequeno script que você pode copiar e colar em um arquivo de texto.

Você pode até oferecer o serviço de “limpesa e proteção de pendrives” para seus amigos e conhecidos que usam Windows. A solução do Fabiano, segundo o próprio, não só identifica e remove o vírus, como impede que o pendrive seja infectado novamente. Abaixo, o início do texto do Fabiano, mas o resto você vai ter de ler no Dicas-L. Vale a pena dar uma lida no texto disponível em: http://www.dicas-l.com.br/dicas-l/20091007.php.

Dispositivos USB de armazenamento de massa (pendrives), amplamente utilizados nos computadores pessoais e corporativos, são frequentemente infectados por vírus executáveis em sistemas operacionais da Microsoft.

Até onde pude observar, os vírus de pendrive se aproveitam do mecanismo de execução automática (AutoRun/AutoPlay) presente em sistemas operacionais da Microsoft. Este mecanismo utiliza um arquivo chamado autorun.inf que é lido no momento em que uma mídia removível é montada pelo sistema operacional.

Uma das informações constantes do arquivo autorun.inf é a localização absoluta do arquivo infectado dentro do pendrive.

O Papavírus identifica o arquivo infectado e o remove, bem como remove o arquivo autorun.inf. Além disto, para evitar que o pendrive seja infectado novamente, o papavírus aplica um simulacro de vacina que consiste na criação de um diretório autorun.inf que recebe os atributos oculto e somente leitura. A existência deste diretório impede que um vírus crie um arquivo com o mesmo nome, proporcionando uma espécie de imunização.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Mandriva, Microsoft, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Escolha de hardware para Linux

Posted by Paulo em 22/11/2009

Este post de um usuário da lista de discussão do LoCoTeam Brasileiro do Ubuntu-BR, dá vários links para informações de hardware compatível para Linux. O usuário se identificou como niquelplatina, portanto, os créditos vão para o nick, ao invés do nome verdadeiro. O tópico está aqui: https://lists.ubuntu.com/archives/ubuntu-br/2009-November/066061.html

A resposta ao tópico está transcrita abaixo:

.

. Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Mandriva, Modem 3G, Multifuncionais, Netbooks, OpenSUSE, Red Hat, Scientific Linux, Slackware, Smartbooks, Smartphones, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Webcam, Wireless | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Spam: Como seu micro os envia sem você saber.

Posted by Paulo em 22/11/2009

Atenção: Os fatos descritos no vídeo não ocorrem em sistemas Unix-like, como GNU/Linux, Free BSD, Open BSD e Mac OS.

[blip.tv ?posts_id=2859644&dest=-1]

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Filmes, Google Chrome OS, Intel Moblin, Jolicloud, Mandriva, Microsoft, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Enquete sobre Windows 7 mostra brecha para Linux

Posted by Paulo em 19/11/2009

Original em: http://www.linuxmagazine.com.br/noticia/enquete_sobre_windows_7_mostra_brecha_para_linux

Publicado em 16/11/2009 às 14:22

Se alguém ainda tem dúvidas de que as novas versões do Windows abrem caminho para a adoção do Linux, uma enquete na seção de informática da Folha Online mostra que não se trata de “achismo”.

A enquete – aberta a todos os visitantes – faz uma pergunta simples sobre o interesse dos internautas em migrar para o Windows 7, e mostra que 14% dos internautas afirmam preferir o sistema do pinguim.

Dentre as opções oferecidas, isso significa que o Linux fica à frente dos Macs e do próprio Windows Vista com relação à simpatia dos usuários – mas ainda atrás de outras versões do sistema da Microsoft.

O grande problema do mundo Linux é a falta de profissionais de marketing competentes…


Posted in Apple, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, Intel Moblin, Jolicloud, Mandriva, Microsoft, OpenSUSE, Red Hat, Scientific Linux, Slackware, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

A Revolução do Software Livre

Posted by Paulo em 19/11/2009

Apesar desse livro ter sido lançado há quase dois meses, não postei nada sobre ele porque queria lê-lo e depois emitir uma opinião mais sólida a respeito. Livros sobre software livre costumam ser um tanto quanto repeptitivos pois, basicamente, falam das liberdades básicas, da questão dos direitos autorais, das distribuições do GNU/Linux, dos malefícios do software proprietário, das questões de segurança, etc.

No geral, esse livro não foge à regra mas, ainda assim, é inovador na medida que coloca várias abordagens diferentes para o mesmo tema num único livro. Há abordagens para todos os gostos: Filosófica/ideológica, desenvolvimento colaborativo, jurídica, de negócios, técnica, acadêmica, etc.

Continue lendo »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Google Android, Google Chrome OS, História, Intel Moblin, Jolicloud, Livros e Treinamentos, Mandriva, Microsoft, ODF, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Existem vírus para Linux?

Posted by Paulo em 18/11/2009

Há uma certa tendência de muitos acreditarem que não existem vírus para sistemas operacionais abertos, como o GNU/Linux. Isso não é uma verdade absoluta. Na verdade, existem cerca de 1000 vírus conhecidos vírus para GNU/Linux (contra cerca de 6 milhões – e subindo – deles para os sistemas janelas), incluídos aí os rootkits, worms e scripts para invasão.

E isso é motivo para alarmes? Na verdade, não. Uma questão relevante sobre a existência de malwares é o impacto que tais programas têm no sistema infectado. Os vírus são desenvolvidos para explorar falhas de segurança dos sistemas. Descobrir falhas de segurança em sistemas proprietários é um pouco mais difícil do que em sistemas abertos, porque, no primeiro, o cracker precisa fazer uma engenharia reversa para “recuperar” o código fonte. No segundo, o código fonte está disponível para qualquer pessoa.

Continue lendo »

Posted in Apple, BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Fedora, Firefox, FreeBSD, Google Android, Google Chrome OS, História, Intel Moblin, Jolicloud, Kurumin, Legislação, Mandriva, Microsoft, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 11 Comments »

Conheça três ótimas distribuições Linux para usar em netbooks

Posted by Paulo em 14/11/2009

A Pc World publicou uma matéria sobre distribuições ideais para os netbooks aqui: http://pcworld.uol.com.br/noticias/2009/11/13/tres-edicoes-de-linux-voltadas-para-netbooks/.

Na matéria eles dizem que “Quem procura um sistema operacional open source para usar em seu portátil, precisa dar uma olhada nestas versões do pinguim”. Devo dizer que ou eles estão otimistas demais ou não testaram todas elas. Na matéria eles citam:

>> Ubuntu Netbook Remix (UNR)
>> Moblin 2.0
>> Jolicloud

Eu uso e recomendo muito o Ubuntu Netbook Remix que ficou um espetáculo, tanto pela facilidade de uso, quando pela compatibilidade comhardwares.

Eu testei aqui a versão anterior do Moblin, mas ainda não tive a oportunidade de testar a nova versão. Mas ajulgar pelo que vi na versão anterior e pelas mudanças acrescentadas nessa, para mim o Moblin é uma ótima pdéia, mas ainda tem de amadurecer muito como produto.

Quanto ao Jolicloud, não conheço nem nunca ouvi falar, mas vou pesquisar e postar aqui minhas impressões.

 

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Hardware, Intel Moblin, Jolicloud, Moblin, Modem 3G, Netbook Remix, Netbooks, Slackware, Smartbooks, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: