O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Posts Tagged ‘Brasil’

Linux Magazine Online

Posted by Paulo em 24/10/2013

Linux Magazine Online.

Blog do Maddog

 

Reflexões de um Cachorro Louco

Olá, presidenta Rousseff… eu avisei!

 

Publicado em 22/10/2013 às 12:18 | 954 leituras


Querida Presidenta Rousseff,

Eu entendo que a senhora esteja irritada com meu país, os Estados Unidos da América, porque uma de nossas agências, a Agência de Segurança Nacional (NSA), vem armazenando suas comunicações privadas, lendo seu e-mail e espionando a senhora, além de outros brasileiros.

Me desculpe por falar isso, mas… “eu avisei”.

Desde 1996 tenho ido ao Brasil para falar sobre GNU/Linux e Software Livre e de Código Aberto em geral. Depois dos acontecimentos de 11 de setembro de 2001 e a aprovação do que ficou conhecido como “USA Patriot Act of 2001” (Ato Patriota dos EUA de 2001), comecei a sentir um frio na espinha. Eu sabia que poderes de longo alcance, sem supervisão, não eram exatamente o que os patriotas que fundaram nosso país pretendiam… Na verdade, muito pelo contrário.

Continue lendo…

Posted in Aplicativos, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Hardware, Hardware livre, iniciante em Linux | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Por que não uso Windows em meus computadores

Posted by Paulo em 09/09/2013

Muito legal essa apresentação do Sérgio Amadeu:
Mas a pior parte ele não contou. Há alguns anos eu vi um estudo de vulnerabilidade do Windows XP. Nesse estudo, dizia-se que um Windows XP recém instalado, conectado diretamente à internet sem um roteador (apenas o modem), e nenhum software adicional anti-pragas, durava cerca de 30 segundos em uma conexão sem ser invadido e ter algo nefasto instalado nele.
Na semana retrasada publiquei a notícia que vazou do governo alemão sobre a portas dos fundos no Windows 8 que a M$ entregou de bandeja pra NSA:
E na semana passada, meu comentário sobre o último vídeo do Anonymous:
Agora juntem as peças e pensem:
1- Vocês acham mesmo que essa enorme quantidade de vírus existentes para Windows (na casa das dezenas de milhões) são fruto de “mentes criminosas” atrás de dinheiro?
2 – Vocês acham mesmo que colocar um “worm” em milhares de máquinas Windows pra fazer ataques de negação de serviço a grandes sites é coisa de hackers de garagem?
3 – Vocês acham mesmo que “criminosos atrás de dinheiro” ficariam escaneando enormes quantidades de endereços IP pra descobrir que uma máquina possui Windows e está sem proteção pra poder invadir? Não seria mais fácil o próprio sistema recém instalado avisar aos “criminosos” que estava no ar?
Pensem bem.

Posted in Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Microsoft, Software, Software Livre, Virus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

O que é neutralidade da rede e porque você precisa se preocupar com isso.

Posted by Paulo em 20/10/2011

O mundo está mudando e cada um de nós tem a responsabilidade de agir, dentro das nossas possibilidades, para garantir que essas mudanças sejam boas para todos, não apenas para alguns. A Internet aumentou muito o poder que cada um de nós possui para fazer com que a voz da maioria seja ouvida pela minoria que nos governa e que dita as regras do sistema. Essa é uma batalha de alcance mundial. Lutas semelhantes são travadas nos EUA, Europa e Ásia.

Portanto, leia atentamente o texto abaixo e contribua participando das movimentações públicas na Internet, como o Mega Não.

Reproduzo abaixo um texto do Jomar Silva, publicado no Blog 300.

O que é neutralidade da rede e porque você precisa se preocupar com isso.

Participei na semana passada do I Fórum da Internet do Brasil, e me surpreendi ao ver um representante do SindiTelebrasil ler em uma das salas de debate (Trilha 5, onde Neutralidade era um dos temas), um comunicado do Sindicato defendendo a flexibilização na definição de Neutralidade da rede no Brasil. O conteúdo do texto (ou parte dele) pode ser encontrado no site da instituição aqui.

Basicamente o que eles pedem é que o conceito de neutralidade a ser adotado no Brasil (por regulamentação da ANATEL, brecha já introduzida por eles no projeto de lei do Marco Civil), seja expandido para que permita “…às prestadoras ofertar serviços customizados que atendam a perfis de consumo específicos e adotar medidas para gestão e diferenciação de tráfego, inclusive aquelas que envolvam diferenciação de custos, preços e priorização por tipo de trafego.

Pode parecer algo simples, mas impacta e muito a vida e o bolso de todos os internautas brasileiros, e vou explicar o motivo.

Leia o resto deste post »

Posted in Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, iniciante em Linux, Legislação, Política, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

O que está acontecendo na comunidade BrOffice?

Posted by Paulo em 09/02/2011

There’s also an English version down below.

Em primeiro lugar, quero dizer que o que vou descrever abaixo é a minha visão e, não necessariamente, reflete o pensamento da comunidade ou dos demais envolvidos. É a minha visão dos fatos.

Há alguns dias, as comunidades de software livre observam com atenção, e com uma certa angústia, os acontecimentos que criaram um cisma na comunidade BrOffice. A própria comunidade está dividida entre os que estão no olho do furacão e os que estão tentando entender o que está acontecendo.

Leia o resto deste post »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, iniciante em Linux, Instalação de programas no Linux, instalação do Ubuntu, Legislação, LibreOffice, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , | 32 Comments »

Estados Unidos “ajudaram” o Brasil na criação da lei da Internet (AI 5.1)

Posted by Paulo em 11/12/2010

Logo used by Wikileaks

Image via Wikipedia

Segundo um dos “cables” divulgados pelo Wikileaks, o Governo dos EUA “auxiliaram” na criação do Projeto de Lei PL 84/99, também chamado de AI 5 digital, recentemente aprovado na Câmara dos Deputados e aguardando votação no Senado Federal.

Abaixo, a tradução do texto do Item 12 do “cable” 08BRASILIA823, classificado como “Confidencial” e emitido em 16 de Junho de 2008 às 12:12:00, pela Embaixada dos EUA em Brasília.

————————————
Cooperação em Crimes Digitais
————————————

¶12. (U) Auxiliar o Brasil na criação de uma legislação contra crimes digitais, incluindo pornografia infantil online, e rastrear criminosos sexuais representa outra área potencial de cooperação em questões de reforço das leis. O Brasil carece de uma legislação contra crimes digitais e o Congresso abriu uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para olhar para essa questão e criar um rascunho da lei. Como parte dos trabalhos da CPI, os parlamentares tiveram acesso a mais de 3000 registros do Google de pornografia infantil que foi distribuída na Internet a partir do Brasil. O presidente da CPI manifestou sua preocupação a respeito do que, na sua visão, considerou como uma cooperação inadequada do Google e de sua subsidiária Orkut, um site de relacionamentos. O Google, o Orkut, a MICROSOFT, e todos os outros provedores de Internet estão sendo solicitados que relatem a descoberta de pornografia infantil na Internet e o DHS/ICE estabeleceu um mecanismo para ter acesso a essas informações. O DHS/ICE já iniciou a prática de compartilhar suas informações com a Polícia Federal Brasileira. Com relação à CPI, seu presidente fez questionamentos à Missão a respeito do caso

BRASILIA 00000823 004 OF 006

que trata da deportação de um oficial da DHS/ICE acusado de exploração infantil em um hotel no Brasil. Os EUA estão buscando a pena mais dura possível, tanto no Brasil como nos EUA, e está cooperando totalmente com as autoridades brasileiras.

Posted in Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, Wikileaks | Etiquetado: , , , , , , , | Leave a Comment »

Porque a Microsoft erra ao continuar criticando o uso do software Open Source?

Posted by Paulo em 16/09/2010

Artigo original em: http://bsrsoft.com.br/portal/bsrsoft/bsrsoft-dev-editorial-porque-a-microsoft-erra-ao-continuar-criticando-o-uso-do-software-open-source/

Nesta terça-feira, 14 de setembro de 2010, o presidente da Microsoft para América Latina, Hernán Rincón, criticou a decisão de alguns governos da região, incluindo, e especialmente o Brasil, de incentivar – ou mesmo obrigar – a adoção de software livre em seus serviços públicos e sistemas educacionais.

Comentou: “Com todo respeito ao Brasil, mas qual deveria ser o papel do governo? Desenvolver software ou melhorar a vida da pessoas?”

Cometeu diversos enganos, aparentemente de forma intencional, haja visto que trata-se do principal executivo da Microsoft na região que de forma previsível defende o modelo de negócio desta, o software fechado.

Cometeu engano quando vinculou o uso de software livre pelo governo brasileiro à uma hipotética necessidade de desenvolvimento interno de software.

Esqueceu-se de maneira proposital, que software livre, pronto, está disponível livremente por ai. Na maior parte dos casos, nenhum desenvolvimento adicional é necessário.

Muito do que é feito simplesmente, é se escolher o software necessário (livre) e se não houver pessoal interno do serviço público habilitado à instalá-lo e mantê-lo, contrata-se uma empresa especializada para fornecer o devido suporte. Só que neste caso, não entra a Microsoft já que até hoje esta não fornece suporte à software livre.

E apesar de tudo isso, desenvolvimento de software ainda é uma tarefa corriqueira em todos os governos do mundo. Por que isso haveria de ser uma aberração aqui no Brasil?

O governo brasileiro prefere e muitas vezes obriga a apresentação de software livre em suas licitações por diversos motivos, destacando-se:

  • Muitas empresas brasileiras podem prover suporte e desenvolvimento sob software livre, criando empregos, capacitando mão-de-obra em tecnologias de ponta e criando tecnologia de ponta;
  • Possibilidade de auditoria imparcial e total sobre o que setores estratégicos do governo estão rodando em seus computadores, impossibilitando espionagem via back-doors nos programas, por exemplo;
  • Independência tecnológica e independência de fornecedor;
  • Garantia de interoperabilidade entre sistemas diferentes que usem protocolos abertos;

São ótimos motivos para qualquer governo no mundo preferir software aberto e livre.

A NSA (Agência Nacional de Segurança dos EUA especializada em espionagem eletrônica) roda Linux nas estações de trabalho internas, para que tenham acesso ao código de todo programa que usam.

O DoD (Departamento de Defesa dos EUA) segue linha parecida.

O governo da França também e pelos mesmos motivos do Brasil.

Aparentemente a Microsoft vem atacando a iniciativa brasileira pró open source, pois o Brasil perfaz 45% do faturamento deles na América Latina, sendo esta a região com a melhor curva de lucratividade para a empresa atualmente.

Estão defendendo a galinha dos ovos de ouro. às custas de espalhamento de desinformação e medo.

E justo nesses dias em que a Microsoft vem ventilando para todo mundo ouvir, que coexiste bem com o software livre e que até “ama o software livre”.

Palavras ao vento não valem nada. O que funciona de verdade, são ações concretas.

————————————————————————————————————————————–

Matéria sobre o assunto: http://idgnow.uol.com.br/mercado/2010/09/14/executivo-da-microsoft-critica-posicao-brasileira-sobre-software-livre/

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Firefox, Google Android, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mozilla Firefox, ODF, OpenOffice.org, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Partido Pirata do Brasil se movimenta para virar partido político

Posted by Paulo em 07/12/2009

Artigo original em: http://idgnow.uol.com.br/internet/2009/12/04/no-brasil-partido-pirata-ainda-se-movimenta-para-virar-partido-politico/

Por Guilherme Felitti, do IDG Now!*
Publicada em 04 de dezembro de 2009 às 07h40
Atualizada em 07 de dezembro de 2009 às 11h19

Sem registro oficial no Tribunal Superior Eleitoral, Partido Pirata brasileiro se apresenta como “movimento” e defende dissolvição do direito autoral.

Enquanto o Partido Pirata original, criado na Suécia em 2006, já tem dois representantes no Parlamento Europeu, seu desdobramento no Brasil ainda se organiza para virar um partido político e honrar o nome que carrega.

“Esperamos que até o final do ano sejam concluídos todos os processos burocráticos necessários para, realmente, sermos reconhecidos como um partido político”, afirma resposta coletiva elaborada pelo Partido Pirata brasileiro após pedido de entrevista do repórter.

O Partido Pirata brasileiro começou a tomar forma pelas mãos de brasileiros que frequentavam o fórum mantido no site do partido internacional.

Leia mais: http://idgnow.uol.com.br/internet/2009/12/04/no-brasil-partido-pirata-ainda-se-movimenta-para-virar-partido-politico/

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, Política | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: