O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

  • O Autor

    "Não existem impossíveis. Existem Impossibilitados." - Jorge Angel Livraga Rizzi - Filósofo Acropolitano

  • Anúncios

    Quintal do Seu Paulo

    • - Dicas sobre criação de aves.
    • - Chocadeiras de ovos sob encomenda.
    • - Venda de ovos e locação de chocadeira.

    Contato:
    (43) 9959-4462 e (43) 9667-8025

    email

  • Mais Acessados

  • Estatísticas do Blog

    • 1.729.439 hits
  • Login

  • @paulocwb2003

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Posts Tagged ‘desenvolvimento sustentável’

Poderia o escândalo do Wikileaks levar a uma nova moeda virtual?

Posted by Paulo em 13/12/2010

Artigo original em inglês disponível em http://www.pcworld.com/businesscenter/article/213230/could_the_wikileaks_scandal_lead_to_new_virtual_currency.html

Poderia o Escândalo do Wikileaks Levar a Uma Nova Moeda Virtual?

Por Keir Thomas, PCWorld

Não é exagero dizer que o recente escândalo do Wikileaks balançou a Internet até os ossos. Não importa onde você se posiciona no debate, vários serviços simplesmente se recusaram a manter os negócios com o Wikileaks — tudo desde servidores de nomes de domínio até serviços de pagamento — e isso leva a muitas questões a respeito do quanto, realmente, a Internet seja robusta.

Hackers já começaram seus esforços para criar seu próprio sistema de DNS, que vai contornar o sistema de domínios oficial. Ele usa a tecnologia de compartilhamento “peer-to-peer” para contornar o problema, um dos favoritos dos hackers porque é impossível de regular.Mas e quanto a toda uma moeda baseada em tecnologia “peer-to-peer”?

Isso é o que o Bitcoin oferece, uma moeda virtual descentralizada que poderia tanto ser melhor ideia desde que aprenderam a fazer pão, ou apenas outro sonho maluco de hackers. À medida que o desastre do Wikileaks continua, começa a ser cada vez mais discutido por toda a Internet como uma alternativa ao monopólio do sistema de pagamentos online do PayPal.

O Bitcoin é uma criação do programador japonês Satoshi Nakamoto, e é real, uma verdadeira moeda através da qual você pode comprar bens e serviços, agora mesmo. Se você não acredita, dê uma olhada na seção Trade do site do Bitcoin.

Continue lendo »

Posted in Aplicativos, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, pasl.net.br, Software Livre, Wikileaks | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Porque a Microsoft erra ao continuar criticando o uso do software Open Source?

Posted by Paulo em 16/09/2010

Artigo original em: http://bsrsoft.com.br/portal/bsrsoft/bsrsoft-dev-editorial-porque-a-microsoft-erra-ao-continuar-criticando-o-uso-do-software-open-source/

Nesta terça-feira, 14 de setembro de 2010, o presidente da Microsoft para América Latina, Hernán Rincón, criticou a decisão de alguns governos da região, incluindo, e especialmente o Brasil, de incentivar – ou mesmo obrigar – a adoção de software livre em seus serviços públicos e sistemas educacionais.

Comentou: “Com todo respeito ao Brasil, mas qual deveria ser o papel do governo? Desenvolver software ou melhorar a vida da pessoas?”

Cometeu diversos enganos, aparentemente de forma intencional, haja visto que trata-se do principal executivo da Microsoft na região que de forma previsível defende o modelo de negócio desta, o software fechado.

Cometeu engano quando vinculou o uso de software livre pelo governo brasileiro à uma hipotética necessidade de desenvolvimento interno de software.

Esqueceu-se de maneira proposital, que software livre, pronto, está disponível livremente por ai. Na maior parte dos casos, nenhum desenvolvimento adicional é necessário.

Muito do que é feito simplesmente, é se escolher o software necessário (livre) e se não houver pessoal interno do serviço público habilitado à instalá-lo e mantê-lo, contrata-se uma empresa especializada para fornecer o devido suporte. Só que neste caso, não entra a Microsoft já que até hoje esta não fornece suporte à software livre.

E apesar de tudo isso, desenvolvimento de software ainda é uma tarefa corriqueira em todos os governos do mundo. Por que isso haveria de ser uma aberração aqui no Brasil?

O governo brasileiro prefere e muitas vezes obriga a apresentação de software livre em suas licitações por diversos motivos, destacando-se:

  • Muitas empresas brasileiras podem prover suporte e desenvolvimento sob software livre, criando empregos, capacitando mão-de-obra em tecnologias de ponta e criando tecnologia de ponta;
  • Possibilidade de auditoria imparcial e total sobre o que setores estratégicos do governo estão rodando em seus computadores, impossibilitando espionagem via back-doors nos programas, por exemplo;
  • Independência tecnológica e independência de fornecedor;
  • Garantia de interoperabilidade entre sistemas diferentes que usem protocolos abertos;

São ótimos motivos para qualquer governo no mundo preferir software aberto e livre.

A NSA (Agência Nacional de Segurança dos EUA especializada em espionagem eletrônica) roda Linux nas estações de trabalho internas, para que tenham acesso ao código de todo programa que usam.

O DoD (Departamento de Defesa dos EUA) segue linha parecida.

O governo da França também e pelos mesmos motivos do Brasil.

Aparentemente a Microsoft vem atacando a iniciativa brasileira pró open source, pois o Brasil perfaz 45% do faturamento deles na América Latina, sendo esta a região com a melhor curva de lucratividade para a empresa atualmente.

Estão defendendo a galinha dos ovos de ouro. às custas de espalhamento de desinformação e medo.

E justo nesses dias em que a Microsoft vem ventilando para todo mundo ouvir, que coexiste bem com o software livre e que até “ama o software livre”.

Palavras ao vento não valem nada. O que funciona de verdade, são ações concretas.

————————————————————————————————————————————–

Matéria sobre o assunto: http://idgnow.uol.com.br/mercado/2010/09/14/executivo-da-microsoft-critica-posicao-brasileira-sobre-software-livre/

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Firefox, Firefox, Google Android, Intel Moblin, Jolicloud, Legislação, Linux Mint, Linuxacessível.org, Mandriva, MeeGo, Microsoft, Mozilla Firefox, ODF, OpenOffice.org, OpenSUSE, Política, Scientific Linux, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Somos todos um

Posted by Paulo em 11/06/2010

A mais pura verdade, da mais pura sabedoria. Vale a pena assistir até o final e guardar, porque não é qualquer dia que se pode encontrar uma joia dessas.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Política | Etiquetado: , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

A mulheres no Ubuntu

Posted by Paulo em 02/03/2010

Tradução livre da página http://ubuntu-women.org/

A Ubuntu-Women é uma equipe funcionando sob o Ubuntu para oferecer uma plataforma e incentivo para que as mulheres contribuam para o Linux Ubuntu, um software GNU/Linux livre e de código aberto baseado no Debian. Nosso papel principal será no sentido de complementar e ser o trampolim para o grande mundo Ubuntu-Linux. A associação é aberta a todas.

Um estudo financiado pela CE (2006) resumido no relatório Flosspols, indica que cerca de 1,5% dos membros da comunidade FLOSS eram do sexo feminino, contra 28% em software proprietário. O Censo Ubuntu (Junho 2006) também reflete uma relação similar do sexo feminino com 2.4% de mulheres de voluntariado ativo na comunidade Ubuntu.

A Ubuntu-Women é o primeiro passo na tentativa de promover a mudança através do aumento da visibilidade e da contribuição das mulheres fornecendo orientação e modelos de participação, e criando oportunidades para a colaboração com as voluntárias veteranas e novatas no Ubuntu. Temos como objetivo proporcionar uma oportunidade para as mulheres que desejem envolver-se na comunidade Ubuntu, aumentando assim a diversidade no Ubuntu-Linux através de:

  • Incentivo a participação feminina, por exemplo, aprendendo a criar novos softwares FLOSS (Ou renovar o existente), não somente para utilizar o GNU/Linux, mas para integrar sua base e aprender sobre ele.
  • Treinamento das mulheres em áreas específicas (como técnica, documentação, tradução e comunicação) assim, elas poderão ter a informação e o suporte necessário para dar esse novo passo, vencer as barreiras e dificuldades, e manter o aprendizado e o crescimento no mundo do Linux Ubuntu.
  • Oferecer oportunidades através do patrocínio de mulheres que desejem fazer apresentações técnicas, ou falar a respeito da sua experiência com o Ubuntu em seminários e eventos internacionais
  • Organizar festas hacker e “bar camps” para mulheres nos eventos sobre Linux.
  • Aumentar o número de mulheres que utilizam o Linux Ubuntu de maneira específica para cada país, oferecendo apoio a palestras em universidades locais,  grupos de usuárias locais e escolas, o que incentivará outros a participar.
  • Discutir abertamente os problemas enfrentados pelas mulheres, sua participação no Ubuntu (e no Linux) e como solucioná-los.

Para atingir os objetivos acima, nós atualmente:

  • temos um Programa de capacitação que segue a linha do Cada-uma-ensina-uma (Each-One-Teach-One), que é uma forma elegante de compartilhar conhecimentos e aprender algo com as outras na comunidade.
  • temos uma lista de e-mails para discussão de assunto relacionados.
  • temos um canal derun an IRC em #ubuntu-women no freenode.net

Junte-se a nós e se apresente, seus interesses ou o que desejar compartilhar com as outras! Já temos um grupo bem legal, de várias origens culturais e ocupações e você está convidada a participar do mundo Ubuntu!

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Que tal comprar um carro Open Source?

Posted by Paulo em 25/02/2010

Na revista Exame número 962, de Fevereiro de 2010, foi publicada uma reportagem sobre manufatura em pequena escala. A reportagem começa apresentando a empresa Local Motors, de Wareham, Massachusetts/EUA, a primeira empresa automobilística aberta a alcançar o estágio de produção. A empresa lançará em Junho o Rally Fighter, um carro totalmente livre, licenciado sob Creative Commons, que foi projetado seguindo sugestões de milhares de colaboradores através da internet.

O preço de lançamento do automóvel será de US$50.000,00, e cada exemplar será construído pelos próprios compradores, em centros de montagem locais, utilizando, em sua maioria, peças encontradas no mercado de autopeças.

Há alguns meses, postei aqui um artigo sob o título de “Por que o cidadão consciente deveria optar pelo software livre sem restrições?“. Mesmo sem conhecer o trabalho da Local Motors, eu comentei que poderia ser perfeitamente possível democratizar e abrir para o público o desenvolvimento de todo tipo de produto, sob o modelo aberto representado principalmente pelo software livre, e citei o exemplo da produção de carros. Fiquei gratamente surpreso por ter sido tão atrasado na ideia 😀

Já é possível, por exemplo, fazer o projeto completo de um dispositivo, enviá-lo a uma fábrica na China e receber um protótipo por preços absurdamente baixos. Com isso, a produção de dispositivos em pequena escala (leia-se: extremamente personalizados), a preços acessíveis torna-se uma realidade. Isso vai ter repercussões bastante significativas no modelo capitalista atual, onde grandes corporações se fundem na tentativa de monopolizar os mercados. Dar a possibilidade do cidadão criar e produzir seus próprios bens é uma liberdade impensável para tal tipo de modelo econômico.

Vale a pena ler a reportagem da revista Exame disponível aqui. Caso seja necessário inserir o código do leitor, use o código “ABUJA”.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Hardware, Legislação, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Substituição de ouro por cobre ameaça reciclagem de eletrônicos

Posted by Paulo em 12/02/2010

Redação do Site Inovação Tecnológica – 12/02/2010

Barato pode sair caro

Um número cada vez maior de empresas da área de eletrônicos e semicondutores está considerando o uso de conexões e fiações de cobre em alguns de seus novos produtos.

Como o cobre vem em substituição ao ouro, essas empresas estão sendo guiadas em suas decisões sobretudo pela questão dos custos.

Mas a questão não é assim tão simples, e há uma série de aspectos envolvidos nessa substituição, afirma a Fundação Semi, uma organização internacional voltada à formação de profissionais para os setores de alta tecnologia.

Leia a matéria completa em:

SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Substituição de ouro por cobre ameaça reciclagem de eletrônicos. 12/02/2010. Online. Disponível em http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=substituicao-ouro-pelo-cobre-ameaca-reciclagem-equipamentos-eletronicos. Capturado em 12/02/2010.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Hardware, Legislação, Política | Etiquetado: , , , , , , , | Leave a Comment »

Portal do Software Público & propriedade comum

Posted by Paulo em 12/02/2010

Portal Baguete

Portal Baguete

Em 1937 um economista inglês chamado Ronald Coase, que já ganhou o Prêmio Nobel de Economia, fez as seguintes perguntas: “por que as firmas existem?” e “existem limites para o crescimento das firmas?”

Podem parecer perguntas óbvias, mas creio que muitos bons profissionais, sejam eles empresários ou administradores públicos, não saberiam responder a esta pergunta.

O próprio Coase respondeu à primeira pergunta usando a expressão “marketing costs”: o mercado não funciona sem custos, que são, resumidamente:

(1) o custo de busca da contra-parte;
(2) o custo de redação do contrato;
(3) o custo de monitoramento do cumprimento do contrato; e
(4) o custo de acionamento do contratado no caso de quebra do contrato.

As firmas existem para minimizar estes custos. A segunda resposta, resumidamente, vem a reboque da primeira: se uma firma cresce demais ela tende a se tornar um mercado e volta a ter os tais “marketing costs”.

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

O software público e suas qualidades extrínsecas

Posted by Paulo em 12/02/2010

A experiência do software público brasileiro apresenta um alinhamento com o que diversos autores têm escrito sobre a economia do futuro.

Portal do Software Público

Portal do Software Público

Os fenômenos da tecnologia digital e da Internet geraram um novo contexto histórico em torno do ano 2000: a Revolução Tecnológica e Informacional – uma definição trabalhada nos últimos anos por Manuel Castells. O que sabemos é que ainda nos encontramos no início das descobertas que vão transformar as relações sociais, culturais e os atuais modelos econômicos.

Alguns fenômenos já foram identificados e conceituados por autores de livros como a Cauda Longa, de Chris Anderson; A Riqueza das Redes, de Yochai Benkler; e o Mundo é Plano, de Thomas Friedman. Todos exploram, à sua maneira, um cenário comum: o emergir da economia dos bens intangíveis e a produção coletiva e colaborativa em rede.

O Brasil, com a experiência do software público brasileiro (SPB), apresenta um alinhamento com o que os autores acima têm abordado sobre a economia do futuro. Entretanto, alguns elementos diferenciais, em especial por conta da evolução e do aprendizado com o modelo do SPB, vêm desenhando uma nova etapa para a iniciativa.

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

DVD Linux Acessível 9.10 disponível

Posted by Paulo em 12/12/2009

Uma ótima iniciativa de tornar os computadores acessíveis a pessoas com deficiência visual é o Linux Acessível 9.10. Saiba mais em: http://www.linuxacessivel.org/

Artigo original em: http://www.linuxacessivel.org/2009/11/24/dvd-linux-acessivel-9-10-disponivel/

DVD Linux Acessível 9.10 disponível

Autor: Fabiano Garcia Fonseca

É com grande satisfação que anuncio o lançamento do DVD Linux Acessível 9.10, uma versão remasterizada do Ubuntu 9.10 Karmic Koala. Este DVD tem como foco a acessibilidade para pessoas com deficiência visual, tornando o uso do GNU/Linux prático, fácil e com total autonomia na instalação por pessoas cegas ou de baixa visão.

Continue lendo »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, Linux Acessível, Política, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

“Pirata” do Parlamento Europeu detalha planos para defender download livre – Internet – IDG Now!

Posted by Paulo em 04/12/2009

Por Guilherme Felitti, do IDG Now!
Publicada em 04 de dezembro de 2009 às 07h00

Eleita com apenas 22 anos, Amelia Andersdotter critica projeto brasileiro de mudança de copyright e fala sobre pressões sofridas após posse.

Leia a entrevista completa em: “Pirata” do Parlamento Europeu detalha planos para defender download livre – Internet – IDG Now!.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Salvem as montanhas de Minas!

Posted by Paulo em 19/10/2009

Este post, a princípio, não tem muito a ver com o propósito deste blog, mas servirá para a minha argumentação futura sobre como palavras, pensamentos e atitutes devem estar em sintonia quando falamos em ética.

Por ora, assistam ao filme que tem muito a revelar sobre o tema ética e influência do poder econômico na sociedade.

Posted in Legislação, Uncategorized | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: