O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Posts Tagged ‘padrões abertos’

Educação e Tecnologia e Recursos Tecnológicos na Educação: A Realidade da Escola

Posted by Paulo em 05/11/2013

Resumo:

JÚNIOR, José A. P. Lima. SARACCHINI, Marília da Silva. LIMA, Paulo de Souza. LIMA, Suzana A. G, PáduaEducação Tecnologia e Recursos Tecnológicos na Educação: A Realidade da Escola. 67p. Monografia (Curso de Especialização em Docência Universitária) – FAE Centro Universitário. Curitiba, 2012

O objetivo deste trabalho é abordar, de maneira prática, o real conhecimento de professores e alunos com relação às tecnologias de informação aplicadas às atividades de ensino e aprendizagem. Através da determinação de uma série de recursos tecnológicos que podem ser aplicados diretamente a essas atividades, divididos nas categorias “infraestrutura”, “software”, “padrões e inclusão digital” e “questões legais”, aplicou-se um questionário a professores e alunos, com o objetivo de determinar o quão distante seu conhecimento geral sobre tecnologias está do que seria minimamente necessário para a sua efetiva utilização para fins de ensino-aprendizagem. O trabalho mostra que há uma grande lacuna entre a percepção pessoal sobre a tecnologia aplicada à educação e as reais potencialidades dos recursos tecnológicos à disposição. Também há uma disparidade entre os recursos que alunos, professores e instituições pensam ser o mais próximo do ideal. Há uma forte tendência para a utilização de softwares ilegais, bem como na utilização de padrões fechados de documentos, impróprios à inclusão digital.O trabalho mostra que há uma grande necessidade de atualização tecnológica para docentes, que pode ser atendida através do desenvolvimento de cursos de extensão específicos.

Palavras-chave: Tecnologia; Educação; Padrões abertos de documentos; Software livre; Software proprietário; Inclusão digital; Educação digital.

Abstract:

JÚNIOR, José A. P. Lima. SARACCHINI, Marília da Silva. LIMA, Paulo de Souza. LIMA, Suzana A. G, PáduaEducação Tecnologia e Recursos Tecnológicos na Educação: A Realidade da Escola. 67p. Monografia (Curso de Especialização em Docência Universitária) – FAE Centro Universitário. Curitiba, 2012

This paper has the goal to address, in a practical manner, the real knowledge of teachers and students about information technologies used for teaching-learning activities. By pointing a number of technological resources that can be directly applied to those activities, split into the categories infrastructure”, “software”, “standards and digital inclusionand “legal issues”, a poll was performed to teachers and students, in order to evaluate how distant their general knowledge on technologies is from what would be necessary at least for its effective usage in teaching-learning activities. This paper shows that there is a large gap between personal perceptions and the real potentials of available technological resources for education purposes. There are also great disparities between what students, teachers and education institutions think about what is better in terms of resources. There is a great trend for the use of illegal software, and for the use of private document standards, improper for digital inclusion.This paper also shows there is a demand for technological updating for teachers, which can be addressed through the development of specific extension training courses.

Keywords: Technology; Education; Open Document Standards; Free software; Proprietary software; Digital inclusion; Digital education.

Link para o arquivo em PDF: TCC-Tecnologias e Educação-Equipe_9-Formatado

Posted in Aplicativos, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, iniciante em Linux, Legislação, Livros e Treinamentos, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Comunidade Escritório Livre

Posted by Paulo em 11/11/2011

Comunidade Escritório LivreDesde que me entendo por usuário de software livre e colaborador em comunidades de software livre, as comunidades sempre eram “devotas” de um determinado software. Assim temos a comunidade do Ubuntu, do Fedora, do Mint, do Debian, do OpenOffice, do LibreOffice, do Caligra, enfim, muitos softwares e muitas comunidades, cada uma delas defendendo o seu ponto de vista.

Outra nuance interessante é que quando se faz parte de uma comunidade de “software livre” dedicada a um único software, o enfoque é frequentemente desenvolvimentista, ou seja, a maior parte das decisões são tomadas por desenvolvedores, assim como a maior parte dos créditos. É óbvio que desenvolvedores desenvolveram a ferramenta e possuem o mérito disso. Mas quem usa o software e quem o divulga é quem faz com que ele tenha sucesso. O sucesso do software é um conjunto complexo de bom código e iniciativas de uso e divulgação de pessoas que em sua maioria, não são desenvolvedores. resumindo:  a maioria ajuda a desenvolver a marca, mas não recebe os créditos por essas iniciativas, já que elas são muito difíceis de contabilizar em sistemas informatizados. Como se mede a participação de um membro em um congresso ou palestra? Como se dá o crédito por dicas e truques que um membro publica em seu blog, ou por documentação não oficial? A resposta é simples: não se dá. Até agora…

Leia o resto deste post »

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Dicas e truques, iniciante em Linux, LibreOffice, OASIS, ODF, OpenOffice.org, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , | 2 Comments »

Como a Microsoft manipula governos para atingir seus interesses corporativos

Posted by Paulo em 09/09/2011

Logo used by Wikileaks

Esclarecedor artigo de Jomar Silva, um dos representantes brasileiros no OASIS, sobre as revelações do Wikileaks a respeito das manobras da empresa para evitar que a ABNT adotasse o padrão ODF como norma para um padrão aberto de documentos.

Artigo original disponível em http://homembit.com/2011/09/sobre-o-ataque-da-microsoft-a-soberania-nacional-wikileaks-microsoft-odf-e-openxml.html

Há alguns dias fomos todos surpreendidos com um documento encontrado no CableGate, trocado entre a embaixada norte americana no Brasil e o Governo Norte Americano em 2007. De acordo com este documento, a Microsoft fazia gravíssimas acusações contra o governo brasileiro, e apesar de ter se feito de ‘tolinha’ pelo relato da reunião, pedia indiretamente uma intervenção do Governo Norte Americano para frear o avanço do ODF no Brasil, conseguir o apoio brasileiro para a aprovação do OpenXML na ISO, frear a parceria entre o comitê técnico brasileiro e demais comitês internacionais que discutiam o padrão, reduzir a influência do Brasil no debate internacional sobre o OpenXML, além de acusar o Ministério das Relações Exteriores e a Casa Civil de estarem executando uma campanha anti-americana. Pior do que isso, insinuam ainda que o ODF é um padrão anti-americano !

Eu estava envolvido até o pescoço com tudo isso naquela época e tenho aqui todos os detalhes de bastidores que causaram esta reunião entre a Microsoft e o Embaixador Americano e posso afirmar categoricamente: Foi SIM um pedido velado de intervenção.

Leia o resto deste post »

Posted in Aplicativos, BrOffice, Conhecimento Livre, cultura hacker, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, iniciante em Linux, Legislação, LibreOffice, Microsoft, OASIS, ODF, Política, Software, Software Livre, Wikileaks | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

BrOffice.org/MsOffice – algumas perguntas frequentes

Posted by Paulo em 02/08/2010

Esse texto foi extraído da Intranet da empresa onde trabalho e foi enviado por Roberson Cesar Alves de Araujo [roberson] em 28/07/2010 – 14:49. O texto teve algumas linhas modificadas para atualização e correção ortográfica e gramatical.

Dicas IMPORTANTES BrOffice / MSOffice

Em minha empresa, sempre surgem problemas com formatos de arquivos do MS-Office e do BrOffice. Qual a forma correta de tratar essa questão ?

Esta questão requer um embasamento conceitual, afim de evitar o simples “adestramento”, infelizmente, tão comum entre os usuários de sistemas informatizados. Todos os conceitos abaixo se referem ao Microsoft Office até a versão 2003. A versão 2007 mudou completamente o seu formato de arquivos, como é de praxe ocorrer entre as diferentes versões deste software por questões mercadológicas (forçar o usuário a mudar de versão).

Formato de arquivos BrOffice.org x MS-Office
Um formato de arquivo eletrônico especifica como são organizados internamente os dados (texto, figuras, tabelas, etc) e as instruções de como recuperá-las, afim de possibilitar sua exibição em um monitor de vídeo, ou enviar para uma impressora.

Padrões fechados x padrões abertos
Este formato pode ser exclusivo e considerado “segredo” de um fornecedor, ou pode ser aberto, seguindo padrões internacionais, como as normas da ISO.
Leia o resto deste post »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Go-OO, Legislação, Livros e Treinamentos, Microsoft, ODF, OpenOffice.org, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comments »

IBM define Firefox como navegador padrão

Posted by Paulo em 01/07/2010

Bob Sutor, vice presidente de código aberto da IBM, anunciou hoje em seu blog (http://www.sutor.com/c/2010/07/ibm-moving-to-firefox-as-default-browser/) que a empresa vai migrar para o Firefox como navegador padrão. Segundo ele, os mais de 400 mil funcionários da Big Blue ao redor do mundo passarão a utilizar o navegador em software livre. Muitos já o utilizam em diversas plataformas como Linux, Mac OS e Windows, mas a expectativa é que os demais navegadores sejam substituídos. Mas a adoção não será obrigatória. No post ele coloca:

So what does it mean for Firefox to be the default browser inside IBM? Any employee who is not now using Firefox will be strongly encouraged to use it as their default browser. All new computers will be provisioned with it. We will continue to strongly encourage our vendors who have browser-based software to fully support Firefox.

Tradução:

Mas o que significa para o Firefox tornar-se o navegador padrão da IBM? Todo empregado que não esteja utilizando o Firefox atualmente será fortemente incentivado a utilizá-lo como navegador padrão. Todos os novos computadores serão entregues com ele. E continuaremos a incentivar fortemente nossos fornecedores que possuem softwares baseados em navegadores a dar suporte total ao Firefox.

Mais uma grande empresa que dá um passo em direção do software livre e dos padrões abertos. Grandes empresas brasileiras que vão pelo mesmo caminho são Caixa Econômica Federal (todas as estações de trabalho serão migradas para Linux e BrOffice.org até o final de 2011), Banco do Brasil, Petrobras, Itaipu, Correios, Serpro, Dataprev, Celepar, entre outras.

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Firefox, Firefox, ODF, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Microsoft sofre ataques de rivais por impedir uso do IE9 no Windows XP – Internet – IDG Now!

Posted by Paulo em 08/05/2010

Mais uma vez a Microsoft que obrigar seus “usuários” a comprar seus sistema operacional mais novo, mais caro e mais guloso por hardware para ter acesso a tecnologias mais recentes. Enquanto isso, nas plataformas abertas, os mesmos recursos estarão disponíveis sem custo.

Por IDG News Service/San Francisco

Publicada em 06 de maio de 2010 às 17h03, Atualizada em 07 de maio de 2010 às 18h34

Em conferência, empresa foi criticada por dificultar acesso às vantagens da HTML5, linguagem que será adotada pela próxima versão do browser.

A Microsoft foi alvo de críticas de alguns de seus rivais na quarta-feira (5/5) por decidir não oferecer o navegador Internet Explorer 9 – e, portanto, suporte ao padrão HTML5 – a usuários de seu velho sistema operacional Windows XP.

Leia mais em: http://idgnow.uol.com.br/internet/2010/05/06/microsoft-sofre-ataques-de-rivais-por-impedir-uso-do-ie9-no-windows-xp/

Se a vida verdadeira é a do espírito, então que diferença faz saber a que momento começa, ou termina, a vida do corpo?

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Microsoft, Política, Software | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

ODF 5 Anos

Posted by Paulo em 06/05/2010

Muitas pessoas têm a ilusão de que a Microsoft está na  liderança do mercado porque é competente e tem bons produtos. Essa é uma visão distorcida, típica das pessoas que “pegaram o bonde da tecnologia andando”, e que desconhecem a história. Pessoas que, como eu, estão na área de TI há mais de 20 anos, viveram a história e viram como e por que certas coisas aconteceram, e o mercado de informática tem a cara que tem hoje. Não temos essa ilusão, e vemos o software livre de uma forma muito simpática… Pelo menos a maioria de nós.

O texto abaixo de Rob Wier, lança um pouco de luz na história das aplicações e dos sistemas operacionais, que pode ajudar, a quem esteja interessado em saber, a entender porque os defensores do software livre são tão apaixonados pela sua causa. Como se diz popularmente: “gato escaldado tem medo de água fria”.

01 de Maio de 2010 em http://www.robweir.com/blog/2010/05/odf-5-years.html

Tradução: Paulo de Souza Lima

Há exatamente cinco anos atrás, em 1 de maio de 2005, o OASIS aprovou o formato aberto de documentos 1.0 (Open Document Format – ODF 1.0) como padrão OASIS. Eu gostaria de dedicar uns poucos e breves minutos para refletir sobre esse marco, mas apenas isso. Estamos ocupados no trabalho no OASIS fazendo os últimos ajustes no ODF 1.2. Estamos nas últimas semanas da revisão que tem “todas as mãos na massa” para que possamos entregar as questões pendentes, dessa forma, podemos enviá-la para a revisão pública final. Mas espero que eu possa ser desculpado por um pequeno desvio para comemorar esse aniversário.

Leia o resto deste post »

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Firefox, História, Legislação, Microsoft, OASIS, ODF, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Microsoft é proibida de vender Word nos EUA – Como fica o OOXML?

Posted by Paulo em 23/12/2009

É um mistério. Depois da Microsoft ter empurrado goela abaixo das comissões normalizadoras dos países o OOXML, através de práticas, no mínimo suspeitas, de “convencimento” de certas autoridades da ISO, aprovando a norma ISO/IEC 29500:2008, a empresa é obrigada a não vender o editor de textos Word nos EUA porque infringiu patentes de uma outra empresa (o feitiço começa a se voltar contra os feiticeiros). Estou imaginando o que será do OOXML se a Microsoft perder em definitivo o direito de utilizar o formato em seus produtos.

Veja mais informações aqui: http://idgnow.uol.com.br/mercado/2009/12/22/justica-recusa-apelacao-e-microsoft-e-proibida-de-vender-word-nos-eua/

Posted in BrOffice, Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Legislação, Microsoft, ODF, Política, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Use ODF (Open Document Format).

Posted by Paulo em 31/10/2009

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Desenvolvimento colaborativo, Filmes, História, Legislação, Microsoft, ODF, Software, Software Livre | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Microsoft manipula organismos internacionais para “empurrar” padrões de documentos fechados.

Posted by Paulo em 31/10/2009

broken_windows

Esse post é para aqueles que insistem em agir como a “turma do deixa disso”, sempre entrando em discussões com expressões do tipo “não entendo todo esse ódio à Microsoft” ou “o melhor software é aquele que mais gostamos”. Isso é pra mostrar que nenhuma grande empresa, principalmente se for monopolista no seu ramo de atividades, é boazinha ou está preocupada com seus clientes, aos quais chama de “consumidores”. O objetivo de todas elas, sem excessão, é o lucro a qualquer preço e ilude-se quem defende essas empresas apaixonadamente, sem conhecimento dos fatos.

Este também é um post para os que lutam por uma sociedade mais justa e mais humana, que tenha por objetivo o desenvolvimento humano e a valorização das pessoas, em detrimento do poder econômico.

Leia o resto deste post »

Posted in Conhecimento Livre, Cultura Livre, Debian Linux, Desenvolvimento colaborativo, Fedora, Google Android, Google Chrome OS, História, Legislação, Mandriva, Microsoft, ODF, Slackware, Software, Software Livre, Ubuntu Linux | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

A área cinzenta do ODF

Posted by Paulo em 22/10/2009

Open Document Format - Formato Aberto de Documentos

Open Document Format - Formato Aberto de Documentos

Enquanto nas listas de discussão, fóruns e comunidades das redes de relacionamento ainda se discute apaixonadamente questões como “quem é melhor, Linux ou Windows”, nos grandes organismos internacionais verdadeiras batalhas para definir o que eu, você e o resto dos pobres mortais do planeta usaremos ou deixaremos de usar em nossos computadores num futuro muito próximo. Nestes locais pode-se encontrar gente muito jovem e trabalhadora como Jomar Silva, Alexandre Oliva, César Taurion, Rubens Queiroz entre muitos outros, mas também encontra-se gente muito velhaca e mal-intencionada. Acompanhando os posts sobre a guerra de bastidores entre os padrões ODF e OpenXML no blog do Jomar Silva, começamos a entender por que as coisas são do jeito que são, e também começamos a entender por que as pessoas são manipuladas a tal ponto, que defendem cegamente uma corja de sacanas, cujo único objetivo é manter seus lucros e de seus patrões o maior tempo possível no ponto mais alto possível. Leia o resto deste post »

Posted in Legislação, Microsoft, ODF, Software, Software Livre, Uncategorized | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: